Itens relacionados

quarta, 06 novembro 2019 16:42

Bruno Grandela, Raquel Bento e Nicolau Filipe Campeões Nacionais de Longboard 2019

Começou, no fim de semana passado, o XV Estoril Surf Festival com a especialidade de Longboard.

Apenas o título de Sub 18 estava atribuído ao Açoriano, Nicolau Filipe que com três vitorias em quatro etapas, se apresentou descontraído nesta etapa. Talvez por isso, teve dificuldades em encontrar as ondas que lhe permitiam aplicar o seu excelente Surf progressivo e ficou em terceiro lugar na sua categoria. Filipe Ferreira, que melhorou muito ao longo deste ano ainda lutou por uma melhor posição, mas ficou em quarto lugar. Os locais Frederico “Kiko” Mittermayer e António Dantas abordaram a final de forma distinta. Enquanto o Kiko foi com os outros dois atletas para o pico principal, o António Dantas ficou na Pata do Cavalo, começando a bateria sem oposição, destacando-se na liderança. Com a maré a encher, o pico principal perdia consistência e faltavam ondas com potencial para todos. O grande beneficiado foi o Kiko, que com paciência e demonstrando um grande conhecimento do pico apanhou as duas bombas que apareceram obtendo duas notas na casa dos seis pontos e venceu, relegando o seu companheiro de treino para a segunda posição.


Na categoria Open havia três atletas com possibilidades de se sagrarem Campeões. Diogo Gonçalves, Bruno Grandela e João Dantas ocupavam os primeiros lugares do ranking e ao longo da prova foram ultrapassando os seus adversários com maior ou menor dificuldade. Com a entrada de uma frente de Oeste o mar ficou mais mexido e a escolha de ondas tornou-se essencial. O primeiro a cair foi o João Dantas, que na meia final saiu prejudicado com as ondas que apanhou. Ficou a disputa na final entre o Diogo e o Grandela, com a companhia do João Gama e do António Dantas. O Grandela escolheu não ficar parado e foi o primeiro a fazer uma boa onda e saltou para a liderança. Esta ficou ameaçada por respostas do António e do João Gama, mas com duas ondas desde o Pico até à praia o Bruno selou a vitória e a conquista do título nacional.


A categoria feminina começou com uma grande surpresa. Raquel Bento, líder do ranking consolidado em Peniche com uma vitória e um surf clássico muito evoluído, nunca se encontro com as ondas de S. Pedro e perdeu de primeira, abrindo a porta à Kathleen Barrigão para renovar o título. Numa final muito disputada e com constantes alterações de posição na classificação a Kat conseguiu chegar à liderança a poucos minutos do fim. No entanto, a fechar a bateria a Inês Martins conseguiu apanhar uma boa onda obtendo a nota que necessitava para ganhar a final. Kathleen ficou em segundo, Inês de Castro em terceiro e Maria Melendez em quarto.

No próximo sábado vamos ter a especialidade de Skimboard com a atribuição dos três títulos Nacionais, Open, Feminino e Sub 16.

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top