quinta-feira, 24 junho 2021 10:56

Quais as melhores escolas e treinadores de surf em Portugal - Parte 3

Que têm contribuído para elevar o nível do surf nacional...

 

 

O surf português está bem e recomenda-se e os treinadores e escolas de surf do nosso país muito têm contribuído para esta realidade.

Cada vez mais os atletas nacionais têm mostrado excelentes resultados em competições nacionais e internacionais, pelo que vamos explorar quais os treinadores e escolas de surf que mais têm contribuído para tal.

 

São vários os treinadores que têm ajudado a elevar o nível do surf nacional. Após termos falado sobre vários nomes/escolas na Parte 1 e 2 deste artigo, hoje, na Parte 3, falamos sobre mais alguns desses nomes, baseando-nos em dois critérios:

- Os treinadores que mais se têm destacado a nível internacional e os que têm conseguido títulos ou feitos na elevação de surfistas profissionais com as respetivas conquistas de objetivos e títulos.

 

 

 

Eis alguns dos treinadores e escolas de surf de competição que se têm destacado no nosso país – hoje abordamos a Ericeira.

 

 

 

 

José Maria Pyrrait

José Maria Pyrrait com Neco Pyrrait Foto:instagram

 

Figura incontornável do surf na Ericeira, José Maria Pyrrait é treinador de surfistas de competição profissionais e proprietário  de uma escola de surf dedicada à formação de jovens surfistas. A sua escola surgiu após o emblemático surfista ter perdido a concessão do bar que tinha em Ribeira d'Ilhas, um percurso natural que o levou a interessar-se pelo treino de competição.

O técnico de 56 anos começou por treinar jovens como a Ana Sarmento, o Tomás Fernandes, a Camila Kemp, o Arran Strong e o seu filho, Henrique “Neco” Pyrrait, que ainda hoje treina, bem como Marlon Lipke, Arron Strong e o surfista galego radicado na Ericeira - Gony Zubizarreta.

 

 

 

João Antunes

 

João Antunes com o seu filho, atual nº2 no ranking da Liga Meo, Afonso Antunes. Foto:instagram

 

Ex-tricampeão nacional e um dos maiores destaques do surf nacional e europeu na década de 90, a transição de João Antunes de surfista para treinador aconteceu naturalmente. Quando o seu filho Afonso nasceu, o ex-atleta já estava no final de carreira, pelo que se dedicou a treinar Afonso Antunes, considerado um dos groms portugueses mais talentos do momento e com grande margem de progressão.

Com a ajuda do técnico, Afonso Antunes conquistou dois títulos de vice-campeão europeu de juniores, uma medalha de bronze do Mundial de Juniores da ISA em 2019, o título de campeão da Rip Curl Grom Search no mesmo ano, tendo sido campeão também em todas as categorias, de sub 12 a sub 18. 

Mas o jovem não é o único atleta treinado por João Antunes. Entre os atletas treinados pelo técnico estão o marroquino Neil Aboufiras, o campeão da zona centro na categoria sub 14 e o campeão da zona norte na categoria sub 18. Outros surfistas que que o técnico já treinou foram Marco Mignot, Noa Dupuy e Stanley Norman, entre muitos muito mais.

 

 

 

Miguel Ruivo

 

O ex-treinador está atualmente dedicado à gestão da Laneez Ericeira Surf House.

 

Nos mais de 40 anos que dedica à modalidade, Miguel Ruivo acumulou um percurso ímpar em Portugal pelo trabalho que desenvolveu como atleta, técnico e dirigente, e conquistou vários títulos de campeão nacional em Surf e Longboard, como atleta e treinador.

Em 94/95, como Seleccionador Nacional de Surf, levou Portugal ao primeiro título conquistado pela Federação Portuguesa de Surf (FPS).

Como dirigente, foi presidente do Surfing Clube de Portugal entre 1998 e 2005 e fundou instituições como a Associação Nacional de Surfistas, a Associação de Surf Amigos da Indonésia e o Outrigger Canoe Clube de Portugal.

Licenciado em Marketing e Comunicação Empresarial pela Universidade Atlântica, e com uma Pós-Graduação em treino de Surf (FMH-IST), Miguel ruivo está actualmente dedicado à direcção dos projectos Laneez Ericeira Surf House e “Surf Solutions Management & Consulting” onde desenvolve soluções de comunicação integrada e RP.

Em termos desportivos, acumula o cargo de Treinador Nacional de Longboard com formação de treinadores de Grau 2, na FPS, na Universidade Lusófona e na Associação de Escolas de Surf de Portugal.

Entre os atletas nacionais treinados por Miguel Ruivo estiveram a ex-campeã nacional Joana Rocha, Tomás Fernandes, João Pinheiro, Francisco Santos, Tiago Santos e José Miguel Brito.

 

 

 

Paulo do bairro

 

Paulo do Bairro com alguns dos seus atletas Foto:instagram

 

Paulo do Bairro é uma referência no surf nacional.

Ex-Campeão Nacional e Campeão Europeu Master pela seleção portuguesa, o surfista, que atualmente reside na Ericeira, é um dos nomes mais respeitados nos lineups nacionais.  Com um grande conhecimento de surf, o surfista é também conhecido pelo seu trabalho no shape de pranchas tendo a sua própria marca, a Divine Surfboards.

Paulo do Bairro trabalhou para o Lapoint surf camp como treinador no seu programa de “coaching”, mas tem-se destacado como um dos selecionadores de nacionalidade portuguesa que treinam equipas internacionais. Após ter sido selecionador da equipa da Noruega para o EuroSurf, é atualmente treinador da equipa de surf da Dinamarca tendo recentemente marcado presença nos ISA World Surfing Games onde foram determinadas as últimas vagas olímpicas.

A nível nacional, alguns dos atletas atualmente treinados por Paulo do Bairro incluem Martim Fortes, campeão do Circuito Regional do ESC em Sub-14, Manuel Fortes, Constância Rocha Simões, Santiago Duarte, vice-campeão do campeonato regional de surf da zona centro e Tiago Leopoldo, campeão Sub 12 e vice-campeão Sub 14 no Regional de Surf da zona centro.

 

 

 

Axel Silva Bellino

Axel com um dos seus jovens atletas.   Foto:instagram

 

Axel Silva Bellino nasceu em França há 34 anos mas é nas ondas da Ericeira que encontramos o treinador de surf.

Licenciado em Ciências do Desporto e com um Mestrado em Treino Desportivo, o surfista é desde 2011 Diretor Técnico e Treinador na Surf Performance.

Axel tem-se destacado pelo seu trabalho com jovens surfistas como o grom de 11 anos Jarko Kreuzeder, que este ano, na sua estreia competitiva, conquistou o 3º lugar no campeonato regional de surf da zona centro na categoria sub12, Tomé Pereira e  Simão Prazeres, que ficaram em  4º e 3º lugar, respetivamente, na categoria sub14, e Rodrigo Rocha, 4º classificado na categoria sub16, também este ano.

 

 

 

Álvaro Botelho

Álvaro é conhecido pelo seu trabalaho com a surfista Carina Duarte. Foto:ericeiramag

 

Álvaro Botelho começou a surfar na Ericeira em 1979 aos 13 anos de idade. 42 anos após a sua primeira onda, o surfista continua a surfar regularmente e é um dos nomes mais reconhecidos na Ericeira.

Professor de Surf na Escola “Na Onda”, Álvaro Botelho, um dos guardiões da reserva Mundial de Surf da Ericeira, é conhecido pelo trabalho que fez com a surfista Carina Duarte ajudando-a a construir o seu currículo desportivo que conta com os títulos de Vice-Campeã da Europa em 2011 e de Campeã Nacional de Surf feminino em 2008 e 2013.

 

 

 

 

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top