Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 Pedro Mestre terça-feira, 21 junho 2022 14:18

PRIO Softboard Heroes: Todos contra todos e todos por um

Entrevista exclusiva à Diretora de Marketing da Prio, Ana Pinho

 

Para serem ajudadas boas causas é preciso injetar boa energia e é neste sentido que a Prio aposta no surf e investiu num evento de cariz solidário, que vê dia 8 de julho o arrancar da segunda edição, e está pensado da cabeça aos pés.

A SurfTotal esteve à conversa com Ana Pinho, a diretora de marketing da Prio, que arriscou justificar os motivos pelos quais o surf consegue ligar-se tanto à solidariedade. Na sua perspectiva, o facto de ser uma atividade aquática, acaba por acalmar, divertir e “ajudar a integrar pessoas de diferentes vivências e com diferentes necessidades”. Assim, quando lhe perguntamos porque é que a Prio promoveu o “PRIO Softboard Heroes”, a resposta vem fundamentada. “[Esta ação] tem como missão principal levar alegria e sorrisos aos seus participantes”, além de ter na base a fórmula do sucesso: a junção do desporto, da diversão e das causas sociais.

Ana Pinho salientou ainda que esta segunda edição é mais um passo dado para vincar o reconhecimento da Prio enquanto empresa socialmente responsável, que são e procuram ser. A edição de 2021, cuja competição solidária recolheu 10.000 conseguiu ajudar pelo menos quatro Associações Portuguesas. Este ano o prémio afinal aumentou 25% e serão doados 12.500 euros.

 


Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 | Créditos de imagem: Pedro Mestre

 

"Quando se promove um evento para ajudar os outros, no final do dia sai-se sempre com a sensação de que conseguimos fazer a diferença".

 

P: Começo por perguntar sobre a edição do ano Qual é o balanço feito? Como foi recebido o evento pelo público? Os objectivos foram atingidos?

R: O balanço foi muito positivo. É sempre quando se trata de um evento de cariz solidário. Quando se promove um evento para ajudar os outros, no final do dia sai-se sempre com a sensação de que, mesmo com pouco, conseguimos fazer a diferença. Em 2021 ajudamos a Crescer, a Nós, a Renascer e a Acreditar. Este ano temos a possibilidade de ajudar outras 4 associações, a Associação Salvador, a Just a Change, a Operação Nariz Vermelho e a APECIC.

Apesar de 2021 ser ano de pandemia e estarmos, como é sabido, mais limitados em ação, foi muito bom sentir o envolvimento dos convidados, profissionais da modalidade ou apenas amigos, que juntos se uniram nesta causa e vieram surfar connosco estas ondas solidárias

Em termos de projeção da marca cumprimos um dos nossos propósitos, a energia do surf é para nós a conjugação da energia da PRIO com a solidariedade dos Portugueses. Ativamos o território do surf com 3 grandes objetivos: a) promover ações de preservação da água e dos oceanos b) promover o desporto e c) promover causas

 

P: Havia desde o início o objetivo de repetir o evento anualmente?

R: Sim, sempre acreditamos que este seria um evento de sucesso pela junção do desporto, da diversão e das causas sociais. Nas conversas que mantivemos com a organização falamos sempre no presente mas de olhos postos no futuro. Temos a vontade de fazer mais e melhor e temos a energia certa para o fazermos juntos.

 


Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 | Créditos de imagem: Pedro Mestre

 

"Há vários anos que a PRIO tem como território de ativação de marca o surf."

 

P: Quando é que a PRIO começou a investir no surf?

R: Há vários anos que a PRIO tem como território de ativação de marca o surf. Apoiamos várias escolas de surf ao longo da Costa Portuguesa, já apoiamos um atleta – Hugo Vau (2017) e temos este ano um “grande” projeto que apresentaremos em breve e que muito orgulho nos dá enquanto marca.

 

P: O que há de tão apelativo no surf (de um modo geral, mas também especificamente para a PRIO)?

R: O SURF é uma das modalidades que mais tem contribuído para:

 1- O panorama desportivo nacional;

 2- O turismo (“Com mais de 850 quilómetros, a costa portuguesa é uma praia gigantesca para o surfing. Não há outra costa no mundo que possa oferecer um tão grande número de spots a uma tão curta distância e por isso costumamos dizer que em Portugal as ondas estão sempre garantidas”).

 3- O desporto inclusivo

 A PRIO tem, desde a sua génese, desenvolvido iniciativas que promovem a consciencialização e a preservação da água e dos oceanos. É exemplo disso o nosso projeto PRIO ECO Waste.

 

P: O PRIO Softboard Heroes é um evento que liga o surf à solidariedade, e não é incomum ver o surf associado a causas, ao trabalho solidário e ao activismo. Porque é que esta combinação funciona tão bem? E como é que ela se reflecte na imagem da PRIO?

R: É bem verdade que o SURF é um impulsionador de igualdade e inclusão social, que permite um contacto com a natureza e com o mar. Não sei se serei a pessoa certa para responder à questão, mas diz-me a intuição que certamente o segredo está mesmo no poder da água, das ondas e do mar que temos a banhar toda a nossa costa. As atividades na água acalmam, divertem, ajudam a integrar pessoas de diferentes vivências e com diferentes necessidades. Muitas iniciativas de cariz solidário no surf, como os batismos de surf (que muitas vezes mostram o mar pela 1ª vez a adultos e crianças), o surf adaptado ou outras como o PRIO Softboard Heroes, têm como missão principal levar alegria e sorrisos aos seus participantes. Talvez seja esse o motivo de vermos a modalidade tão associada a causas e trabalho solidário.

No que diz respeito ao ativismo, que é também uma das bandeiras da PRIO, vemos muitas ações ligadas ao mar, à proteção das águas e dos oceanos, à limpeza das praias, levadas a cabo por surfistas, amadores ou profissionais, pelo respeito por aqueles que representam mais de dois terços da superfície da Terra e contêm 97% da água do planeta.

 


Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 | Créditos de imagem: Pedro Mestre

 

"A utilização de pranchas softboard vem, sobretudo, contribuir para um espírito de competição onde reina a diversão e tornar este evento único em Portugal"

 

P: Este evento é diferente da competição normal por vários motivos, um deles é o facto de os competidores utilizarem softboards. De que forma é que este aspecto torna o evento especial?

R: A utilização de pranchas softboard vem, sobretudo, contribuir para um espírito de competição onde reina a diversão e tornar este evento único em Portugal. A utilização deste tipo de pranchas, com um acabamento de material macio como a espuma, permite fazer sobressair o lado mais divertido da prática do surf, pelo que, para uma competição como a do Softboard Heroes, onde combinamos a alegria do surf à solidariedade, é a opção certa de prancha.

 

P: Quanto aos participantes, como surgiu a ideia de juntar os surfistas profissionais, as jovens esperanças e os VIPS?

R: Tendo em conta o caráter mais descontraído e, acima de tudo, solidário desta competição, fez sentido à organização dar a oportunidade de todos poderem participar e ajudar. O Softboard Heroes não é uma competição entre as tradicionais categorias, mas quisemos que todas pudessem participar e que o espírito do surf estivesse na força de uma equipa diversificada. Quanto aos VIPs, há uma série de caras conhecidas do público que, ainda que não sejam profissionais, partilham da paixão pelo surf e estão dispostas a contribuir para esta causa, pelo que são uma mais-valia para a nossa competição.

 

"Nesta competição, são todos contra todos, mas, no final do dia, a verdade é que são todos por um e este um é o futuro. Zelamos por um futuro melhor para o nosso planeta"

 

 

P: De que outras formas esta competição difere das outras?

R: O Softboard Heroes é um evento único em Portugal por variados motivos, mas o mais importante a destacar é, sem dúvida, o seu cariz solidário. Conseguirmos reunir os melhores nomes do surf nacional, de diferentes categorias, para que passem um dia inteiro a competir em prol dos outros é o que torna este evento especial. Nesta competição, são todos contra todos, mas, no final do dia, a verdade é que são todos por um e este um é o futuro. Zelamos por um futuro melhor para o nosso planeta e por quem nele habita e por isso este evento vem permitir contribuir para essa responsabilidade e necessidade, aliando a diversão ao espírito de competição do surf, à sustentabilidade e à solidariedade.

 


Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 | Créditos de imagem: Pedro Mestre

 

"O PRIO Softboard Heroes é mais uma iniciativa à qual nos juntamos com muito orgulho e com a certeza que estamos a ajudar quem realmente precisa e essa é a única expectativa que temos."

 

P: O que se pode esperar para a edição deste ano?

R: O PRIO Softboard Heroes é mais uma iniciativa à qual nos juntamos com muito orgulho e com a certeza que estamos a ajudar quem realmente precisa e essa é a única expectativa que temos. A nossa missão será sempre a de apoiar boas causas e conseguir contribuir com os meios que temos disponíveis, para encontrar novas soluções, com a garantia de que damos mais um passo na consolidação da nossa estratégia e do nosso reconhecimento enquanto empresa socialmente responsável que somos e procuramos sempre ser. Na PRIO move-nos o compromisso e a visão de um futuro melhor, um futuro construído por todos nós. Com esta ação move-nos a energia solidária das ondas.

 

P: Quais são os objectivos a curto prazo e a longo prazo do PRIO Softboard Heroes?

R: Enquanto patrocinador e parceiro, e creio que falo por todos, gostaríamos de ver o evento com um prémio ainda maior, que nos permitisse apoiar mais associações a cada ano. Queremos continuar a ajudar a fazer a diferença e, por isso, continuaremos a associar-nos a parceiros e iniciativas como esta.

 

 

Evento da Prio Soft Board Heroes 2021 | Créditos de imagem: Pedro Mestre

 

O PRIO Softboard Heroes é um evento de surf, de cariz solidário, patrocinado pela PRIO, onde profissionais da modalidade e celebridades se reúnem numa competição saudável e inovadora, com o objetivo de apoiar associações portuguesas. Depois da primeira edição em 2021, a competição está de volta a Santa Cruz, no dia 8 de julho, com um prémio de 12.500 e 16 novos competidores que irão representar quatro associações portuguesas e angariar o máximo montante possível para cada uma delas. Este é um evento inédito em Portugal, onde os participantes não utilizarão as próprias pranchas, mas sim pranchas de softboard, feitas de materiais não convencionais.

Perfil em destaque

Scroll To Top