terça-feira, 27 abril 2021 13:42

Atleta da Liga MEO Surf resgata surfista em dificuldades em Espinho

Beatriz Costa competiu, recentemente, na etapa Allianz Figueira Pro

 

Depois de marcar presença na segunda etapa da Liga MEO Surf 2021, na Praia do Cabedelo, Beatriz seguiu para a sua terra natal, Espinho, e, nesse mesmo dia, Domingo, ao final da tarde, a atleta resgatou um surfista que estava em dificuldade dentro de água e se encontrava sozinho. 

Segundo Beatriz Costa, o surfista, que não era de Espinho e tinha surfado ali apenas uma vez, tinha cerca de 35/40 anos e estava na ponta do esporão com uma shortboard quando começou a esbracejar e a pedir auxílio. As pessoas que se encontravam no areal aperceberam-se de que o surfista estava a ser arrastado pela corrente para norte, para a Praia Azul e que já estava muito no outside. A situação estava a complicar-se bastante e os bombeiros e a Autoridade Marítima foram alertados de imediato.

 

"vesti o fato o mais depressa que consegui, peguei na prancha e fui para dentro de água.

Remei até ao outside, dei a volta ao esporão

e, quando consegui vê-lo [o surfista], comecei a gritar a pedir para ele tentar remar para terra"

 

 

Tudo isto aconteceu entre a Praia da Baía e a Praia Azul, por volta das 19 horas. Quando Beatriz chegou ao pé do surfista perguntou-lhe se estava bem e veio a remar com ele até à costa e a conversar em simultâneo, sempre a tentar acalmá-lo. Quando a atleta conseguiu regressar à costa com o surfista resgatado, chegaram os Bombeiros Voluntários do Concelho de Espinho que apenas verificaram se o surfista necessitava de assistência médica, não tendo esta sido necessária. A saída da água foi feita de forma controlada na Praia Azul, onde já estava também presente a Autoridade Marítima.

 

Com o relato desta situação e por todas aquelas que acontecem e nem sempre ficamos a conhecer, importa alertar todos os surfistas para a importância do cuidado com as correntes e agueiros. É extremamente essencial que, quando decidimos surfar num local novo ou que temos pouca experiência, para além de não entrarmos na água sozinhos, nos informemos sobre as condições junto dos nadadores-salvadores ou dos surfistas locais mais experientes, procurando obter informação de como está o mar e as ondas e de qual o local mais indicado para alguém com pouca experiência. 

 

Beatriz Costa

Por Abílio Meneses

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top