Itens relacionados

domingo, 11 abril 2021 12:53

Carolina Mendes a Afonso Antunes vencem 1ª etapa da Liga Meo Surf 2021

Prova terminou este Domingo pelas 13:55 na Praia de Ribeira D'Ilhas...

 

Foi em ondas de meio metro de altura com sets maiores que se realizou o dia final da 1ª etapa da Liga Meo Surf 2021, a principal competição nacional da modalidade e que apura os campeões nacionais.

Na prova masculina os jovens Afonso Antunes e Guilherme Ribeiro disputaram a final, tendo levado a melhor Afonso Antunes. Um total combinado de 15,25 pontos de Antunes contra 12,35 pontos de Guilherme Ribeiro.

Já na prova feminina foi Carolina Mendes que levou a melhor sobre a jovem Filipa Veselko.

 

Os vencedores da etapa da Ericeira. Click por Jorge Matreno/ANS

 


A etapa ericeirense ficou marcada por uma forte afirmação dos novos talentos do surf nacional, com dois juniores e um sénior de primeiro ano a chegarem às finais. Além de Afonso Antunes, de 17 anos, também Guilherme Ribeiro, de 19, e Kika Veselko, de 17, os finalistas vencidos, ajudaram a elevar o nível, participando no “assalto” da nova geração aos pódios.

O dia final do Allianz Ericeira Pro começou com um super heat entre Vasco Ribeiro e Tomás Fernandes nos quartos-de-final, com o tetracampeão nacional a bater o experiente surfista local. No heat seguinte Guilherme Ribeiro venceu Francisco Almeida, num duelo de surfistas da Costa de Caparica, e garantiu as primeiras meias-finais da carreira. Os quartos-de-final ficaram completos com os triunfos de Afonso Antunes frente a Arran Strong e também de Pedro Coelho frente ao top 4 nacional Luís Perloiro.

Nas meias-finais, quando todas as odds pareciam apontadas para um triunfo de Vasco Ribeiro, a juventude e irreverência de Guilherme Ribeiro acabaram por fazer a diferença. Depois de ter garantido as meias-finais pela primeira vez na carreira, Gui não ficou satisfeito e foi ainda mais longe, causando uma das grandes surpresas da prova. Na segunda meia-final Afonso Antunes não deu azo a mais surpresas e bateu Pedro Coelho rumo a mais uma final na Ericeira.

Com as ondas a chegarem em força para abrilhantar a final, Guilherme e Afonso disputaram um heat simbólico, que juntou dois surfistas que fizeram dezenas de finais juntos nas categorias mais jovens. Depois de uma disputa pautada pela espetacularidade de ambos, Afonso conseguiu o melhor score de todo o evento, com 15,25 pontos, para garantir o triunfo. Esta foi “apenas” a segunda vitória do júnior Afonso Antunes na Liga MEO Surf, igualando ainda o número de triunfos do pai, o antigo campeão nacional João Antunes, na Ericeira.

“Foi muito bom ter partilhado a final com o Guilherme, que é um grande amigo meu”, começou por salientar Afonso Antunes. “Repetimos as finais que fazíamos quando éramos Esperanças e se pudesse repetia isto mais vezes. Somos dois grandes amigos, com sonhos muito grandes. A final foi provavelmente a altura do campeonato em que houve melhores ondas. Agora quero manter a forma e tentar fazer com que não aconteça o que aconteceu no ano passado, quando perdi o título na última etapa”, vincou o campeão do Allianz Ericeira Pro.

Na prova feminina tudo começou com um triunfo de Kika Veselko frente à surfista local Carina Duarte na primeira meia-final. Kika esteve sempre por cima da disputa, mostrando-se mais uma vez como uma das surfistas em melhor forma ao longo de toda a competição No heat seguinte Carolina Mendes surpreendeu a campeã nacional em título Teresa Bonvalot, num heat marcado pelo equilíbrio e decidido por apenas 0,20 pontos.

Depois de conseguir a segunda final da carreira na Liga MEO Surf, a júnior Kika Veselko chegava motivada à final para conseguir a primeira vitória da carreira. Contudo, teve pela frente uma experiente Carolina Mendes, que soube gerir o heat da melhor forma. Com as ondas a dificultarem a vida a ambas, Carol acabou por ter uma ponta final mais incisiva, vencendo com 10,6 pontos, contra 8,5 da adversária.

“Foi um heat muito disputado, sem muitas ondas”, começou por dizer a campeã da etapa. “No entanto, já conheço muito bem esta onda. Tive um pouco de sorte, mas acabei por conseguir fazer a manobra que fez a diferença. A Kika Veselko surfou muito bem durante todo o campeonato. Sabia que tinha de dar tudo. Estou feliz por vencer, só me dá motivação para continuar a treinar. Foi um excelente começo de ano”, frisou Carolina Mendes.

Com este triunfo, o terceiro na Ericeira e o segundo de forma consecutiva, Carolina Mendes chega, assim, à marca redonda de 10 triunfos em etapas da Liga MEO Surf. No histórico geral do circuito nacional de surf, Carol iguala o número de triunfos de Teresa Abraços, um dos nomes mais históricos dos primórdios do surf feminino nacional.

Resultados finais do Allianz Ericeira Pro:
Final masculina: Afonso Antunes 15,25 x Guilherme Ribeiro 12,35
Final feminina: Carolina Mendes 10,60 x Kika Veselko 8,50
Go Chill Expression Session: Guilherme Ribeiro
Ericeira Best Surfer: Afonso Antunes e Carina Duarte
Bom Petisco Girls Score: 14,65 Mafalda Lopes, na ronda 2

A Liga MEO Surf segue agora para a Figueira da Foz, com a praia do Cabedelo a receber os melhores surfistas nacionais de 23 a 25 de Abril. Afonso Antunes e Carolina Mendes vão, assim, de licra amarela vestida para o Allianz Figueira Pro, que é a segunda de cinco etapas da Liga MEO Surf 2021 e o segundo dos três eventos do troféu Allianz Triple Crow.

 

Carolina Mendes - click por Jorge Matreno/ANS


Perfil em destaque

Scroll To Top