banner topf

Itens relacionados

domingo, 20 outubro 2019 18:59

QUARTOS DE FINAL DECIDIDOS NO MEO RIP CURL PRO PORTUGAL 2019

O sul-africano Jordy Smith foi o primeiro a garantir a passagem aos quartos-de-final.

 

Depois de um dia de pausa, a praia de Supertubos voltou a oferecer condições, este Domingo, 20 de outubro, para o MEO Rip Curl Pro Portugal, penúltima etapa do circuito masculino e do feminino da World Surf League. O reinício da competição foi dado para as 8:35 com a terceira ronda da categoria feminina e a quarta da categoria masculina a compor a agenda para o dia.

Com cada heat a ter potencial para ser crucial na contabilidade da disputa pelo título mundial, a margem de erro era curta para os surfistas de topo mundial. Na competição feminina, todas as candidatas ao título mundial deste ano avançaram para os quartos-de-final. Na competição masculina, só o líder do ranking Gabriel Medina falhou o acesso aos quartos-de-final, isto depois do seu principal adversário na luta pelo troféu deste ano, o brasileiro Filipe Toledo, o ter conseguido, adiando consequentemente a conquista do título mundial para a última etapa do circuito, em Dezembro, no Havai.

 

Entre os candidatos ao título deste ano, o sul-africano Jordy Smith foi o primeiro a garantir a passagem aos quartos-de-final, no heat 1. Seguiu-se o norte-americano Kolohe Andino no heat 2 e, no heat seguinte, foi a vez de Filipe Toledo.

 

O brasileiro Gabriel Medina foi eliminado no heat 5. O atual campeão do Mundo liderou a grande maioria do tempo regulamentar do heat contra o compatriota Caio Ibelli, contudo, uma interferência de prioridade (que significou que, das duas ondas que normalmente contam para a pontuação final, apenas uma contaria) comprometeu as suas hipóteses de avançar. Caio Ibelli encontrou a onda de pontuação baixa que precisava para ultrapassar o seu adversário e eliminou mesmo Gabriel Medina do MEO Rip Curl Pro Portugal.

 

“Fui para a direita numa onda e, antes disso, ele foi para a esquerda. Cheguei ao lineup antes dele, mas numa zona diferente da praia e, por isso, consegui a prioridade. Quando nos encontrámos no lineup novamente, ele estava muito próximo de mim, mas eu sabia que tinha a prioridade e, por isso, remei naquela onda. Sei que o Gabriel não faz aquele tipo de erros por isso, quando me pus em pé na onda, comecei a duvidar de mim mesmo. Para mim, o Gabriel é o melhor surfista do Mundo e uma inspiração. Em termos de surf, ele ganhou o nosso heat, mas tive a sorte do resultado ter acabado por ser a meu favor” explicou Ibelli, nº23 do ranking mundial.

 

Com este resultado, a corrida ao título fica em aberto, com as distâncias entre Gabriel Medina, líder do ranking, e os seus adversários, todos eles ainda em prova no MEO Rip Curl Pro Portugal, a poder ser encurtada dependendo do resultado final.

 

Na competição feminina, o título mundial ainda pode ser conquistado em Peniche. Todas as candidatas ganharam os seus heats da ronda 3 e avançaram para os quartos-de-final, estando as quatro surfistas distribuídas pelos quatro heats que compõe a ronda, o que significa que, quando o MEO Rip Curl Pro Portugal voltar à água, Carissa Moore, Lakey Peterson, Sally Fitzgibbons e Caroline Marks vão estar não só a disputar a vitória no heat como a manutenção na disputa pelo título mundial. Recorde-se que só Carissa Moore, líder do ranking, pode conquistar o troféu máximo em Peniche. Ainda em prova está também a atual campeã do Mundo, a australiana Stephanie Gilmore, que irá competir com Caroline Marks.

Por último, depois das qualificações provisórias do anterior dia de competição, hoje foi a vez da brasileira Tatiana Weston-Webb e da francesa Johanne Defay assegurarem os seus lugares provisórios nos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio. Ambas as surfistas seguem em prova, tal como a australiana Nikki Van Djik, restante surfista qualifica para os quartos-de-final.

 

A organização reunirá na segunda-feira, dia 21, pelas 08:00 da manhã na Praia dos Supertubos para avaliação das condições e um possível início da competição às 08:35.

 

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Men’s Quarterfinal Matchups:

QF 1: Jordy Smith (ZAF) vs. Kolohe Andino (USA)

QF 2: Filipe Toledo (BRA) vs. Kanoa Igarashi (JPN)

QF 3: Caio Ibelli (BRA) vs. Peterson Crisanto (BRA)

QF 4: Italo Ferreira (BRA) vs. Jack Freestone (AUS)

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Women’s Quarterfinal Matchups:

QF 1: Caroline Marks (USA) vs. Stephanie Gilmore (AUS)

QF 2: Sally Fitzgibbons (AUS) vs. Tatiana Weston-Webb (BRA)

QF 3: Carissa Moore (HAW) vs. Johanne Defay (FRA)

QF 4: Lakey Peterson (USA) vs. Nikki Van Dijk (AUS)

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top