Itens relacionados

terça, 20 fevereiro 2018 09:07

Excelentes condições na 2.ª etapa do Circuito de Surf do Norte realizada no Porto

Prova teve lugar na Praia Internacional do Porto no fim de semana passado… 

 

Fim-de-semana de gala na Praia Internacional do Porto para mais uma etapa do Circuito de Surf do Norte que fez esquecer que ainda estamos no inverno. Dois dias de muito sol, com vento de norte fraco no sábado e ondas a rondar o metro e meio e, no domingo, a virar um pouco mais para leste, offshore, contribuindo para ondas, muitas vezes perfeitas e compridas, entre o meio metro e um metro.

 

No sábado realizaram-se todas as fases iniciais para os cerca de meia centena de inscritos, deixando-se para domingo as meias-finais e finais das três categorias em disputa nesta etapa: Sub-12, Sub-14 e sub-16.

 

O destaque no primeiro dia foi para Zema Bruschy (Sub-16) que parecia não ter concorrência à altura, com um surf muito veloz e progressivo. Parecia porque logo na sua meia-final no domingo passou em 2.º surpreendido por João Maria Pereira. O regular de Viana do Castelo, no primeiro ano de sub-14, tem tido uma evolução notável.

 

A primeira final do dia coube aos mais jovens, os sub-12, e sagrou como campeão Kekoa Hummel (AON), seguido por Kiko Macambira (AON), Miguel Pinto (AON) e Tiago Osório (AON) em 4.º lugar.

 

Nos Sub-14 assistimos à segunda meia-final muito renhida, com Francisco Silva (CSP) a não passar à final a apenas duas décimas de ponto da pontuação de João Maria Pereira (SCV). Este encontrou-se na final com o seu conterrâneo João Crespo (AON), com Salvador Tavares (AON) e com Duarte Pinho (CSP). 

 

O Duarte optou por se colocar sozinho para as esquerdas maiores que quebrava junto às pedras do Castelo do Queijo, mas a sua estratégia caiu por terra, pois, apesar de maiores, as ondas perdiam consistência e não ligaram nunca com o inside. Mais em frente ao palanque os outros três “partiram a louça” relegando Duarte para 4.º. Em 3.º ficou João Crespo, a pouquíssimas décimas do segundo, João Maria Pereira. Salvador Tavares mostrou já muito surf de rail e dominou esta final. A segurança com que finaliza manobras de backside em junções bem críticas é incrível.

 

Relativamente aos Sub-16, o no ano passado escrevemos: “Muita atenção a Sacha Garcia (AON), atleta de naturalidade francesa e residente em Matosinhos! Este grande miúdo tem um talento (e tamanho) acima da média, já dá cartas e promete ser um sério caso de sucesso. Sem surpresa, venceu o escalão sub-14 e foi vice nos sub-16.”

 

Nós avisámos! Sacha, que ainda há pouco tempo repartiu atenções a surfar ao lado do Frederico Morais em Espinho, não deu hipótese ao favorito Zema Bruschy (CSP) e aos finalistas de Sub-14 que permaneceram na água, João Crespo (AON) e João Maria Pereira (SCV). O Zema mostrou-se desastrado na aterragem dos seus aéreos reverse e quando optou pelas direitas como o resto da concorrência já foi tarde. O Sacha destruiu as longas direitas que rolavam em frente ao palanque nessa altura e sagrou-se campeão. Zema foi vice, Crespo terceiro e o João Maria quarto, também estes a apresentarem muito bom nível.

 

No final, a organização do Club de Surf do Porto, agradeceu o poio do Edifício Transparente e da Camara Municipal do Porto através da Porto Lazer, bem como todas as entidades que de um modo ou de outro apoiaram o evento, evento este que foi transmitido em direto via YouTube pela Streamport, permanecendo lá todas as imagens para quem as quiser visualizar à posteriori.

 

A próxima etapa do Circuito Regional do Norte realizar-se-á a 3 e 4 de março, em Aveiro, com organização da Associação de Surf de Aveiro.

Perfil em destaque

Scroll To Top