ActivoBank

Itens relacionados

sexta, 28 outubro 2016 20:06

Kelly Slater anuncia que 2017 será a sua última época competitiva

Kelly Slater anunciou hoje, no seu Instagram, que a época de 2017 será a sua última temporada no World Tour.

Slater já tinha dito em entrevista que iria tentar o título mundial "mais uma vez". E, na altura, embora tivesse ficado no ar a hipótese de Slater, de 44 anos, se retirar após essa derradeira tentativa, o próprio 11 vezes campeão do Mundo de surf anunciou no seu Instagram que, de facto, 2017 seria o ano da despedida.

A ilustrar a foto, que Slater diz ser da última onda em Portugal, escreve: "A minha última onda em Portugal no outro dia. Belo pequeno banco de areia cim apenas @patchy_o. Tremendamente inspirado com estes miúdos do tour nos últimos meses e com o que @john_john_florence conseguiu este ano. Assim, para o ano, vou arrumar a cabeça (e o corpo) e ver se consigo uma última tentativa ao título mundial. Depois disso, vou à procurar das melhores ondas do planeta até ao meu último dia, antes de ser liofilizado e usado como comida para plantas para fazer uma árvore #Koa ou #Monkeypod na minha propriedade ou usar o carbono das minhas cinzas para fazer um diamante para a minha família. (Não esqueçam de deitar alguma no tubo!)"

Kelly Slater é considerado o melhor surfista de todos os tempos, não só pelos seus 11 títulos mundiais, mas pela sua versatilidade, surfando com igual mestria ondas pequenas e grandes, alcançando o estatuto de um dos melhores surfistas de sempre em "spots" como Pipeline ou Teahupoo. Feito ainda de maior relevo se se considerar que o campeoníssimo norte-americano nasceu e aprendeu a surfar na Flórida, estado americano pouco reputado pela qualidade das suas ondas.

Slater fez a sua estreia no WCT em 1990 e, desde aí, somou 55 vitórias no World Tour, um recorde absoluto. Mas mais do que isso, marcou várias gerações de surfistas, tendo resistido a várias evoluções de estilo e regras, assinando rivalidades históricas com nomes como Rob Machado e, principalmente, com Andy Irons, o único surfista a, verdadeiramente, ameaçar a hegemonia de Kelly Slater.

Mais do que o melhor surfista de todos os tempos, Slater é considerado, por muitos, o mais dominante desportista de todo o final do séc. XX e princípio do séc. XXI.

Perfil em destaque

Scroll To Top