Itens relacionados

quinta-feira, 19 novembro 2020 10:56

ATLETAS OLÍMPICOS NÃO SERÃO OBRIGADOS A SER VACINADOS

se houver uma vacina contra a covid-19 disponível...

A estreia olímpica do surf era um dos acontecimentos mais esperados este ano de 2020, mas a pandemia de covid-19 que afetou o mundo levou a organização a mudar os seus planos e adiar as olimpíadas para o verão de 2021.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio irão ter início dentro de 8 meses, no dia 23 de Julho de 2021, e muitas têm sido as dúvidas sobre como os mesmos se irão realizar.

Esta segunda feira (16 de Novembro) o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, teve uma reunião com o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, nesta que foi a sua primeira viagem ao Japão desde que as Olimpíadas foram adiadas.

Bach teve dois dias de reuniões ininterruptas com políticos e organizadores em Tóquio, com o objetivo de persuadir o público japonês de que é seguro realizar as Olimpíadas durante uma pandemia.

A vacinação foi um dos temas abordados, numa altura em que uma possível vacina foi anunciada na semana passada pela Pfizer Inc.

“Para proteger o povo japonês e em respeito ao povo japonês, o COI fará um grande esforço para que o maior número possível de participantes olímpicos e visitantes cheguem aqui (com uma) vacina, se entretanto uma vacina estiver disponível ”, disse Thomas Bach. “Isso deixa-nos muito confiantes de que poderemos ter espectadores no estádio das Olimpíadas no próximo ano e que os espectadores desfrutarão de um ambiente seguro.”

Na terça-feira, Thomas Bach falou à imprensa durante uma visita ao estádio Olímpico e referiu que embora a organização irá fazer pressão para que os atletas sejam vacinados, a vacinação não será obrigatória.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top