terça, 28 julho 2020 06:40

UMA REPORTAGEM PURA SOBRE A ESTREIA DO SURF NOS JOGOS OLÍMPICOS

Um Jornalista do New York Times fez uma reportagem extraordinariamente simples sobre o surf nos Jogos Olímpicos...

 

Eis a perspectiva de como o mundo fora do surf nos vê:

 

Com o título de "Surfing another thing Corona Virus Ruined", que nada tem a ver com o seu conteúdo mas que acaba por chamar a atenção, o Jornalista do New York Times, Noah Throop, dá aos leitores daquela famosa publicação Norte Americana uma perspectiva bastante real e simples do que é o surf e a sua integração nos Jogos olímpicos de Toquio 2021.

Noah entrevistou os atletas Olímpicos - Gabriel Medina, Italo Ferreira, John J. Florence, Caroline Marks, Johanne Defay, Owen Wright, Sally Fitzgibbons e Brisa Hennessy. Com o testemunho destes últimos o jornalista Norte Americano criou um vídeo de 8 minutos de duração onde explica o que é o Surf.

 

Podemos perceber que para a reportagem do New York Times:


O Surf tem três vertentes - manobras aéreas, curvas e tubos.
O Surf competitivo tem três critérios base - Velocidade, Power e fluidez (speed, power, e flow).
As ondas da Praia onde se disputarão os jogos Olímpicos(Chiba no Japão) favorecerão certos surfistas (embora como Gabriel Medina disse) para nós os Brasileiros todas as condições de mar nos são favoráveis.

Entre outras análises simples e puras que dão uma luz interessante sobre o surf, para quem não conhece a modalidade e para quem conhece acabam também por servir pela sua simplicidade e pureza.

 

 

 


Perfil em destaque

Scroll To Top