As condições pela manhã em North Point. As condições pela manhã em North Point. Foto: WSL/Cestari
quarta-feira, 29 março 2017 10:23

Ronda 2 em Margaret River coloca Frederico Morais frente a “Ace” Buchan

Português enfrenta veterano australiano no heat 9… 

 

Frederico Morais não passou hoje a sua primeira bateria no Drug Aware Margaret River Pro. O português perdeu mesmo para John John Florence, o campeão mundial em título, e para Jacob Willcox, um dos wildcards do evento que assegurou presença com uma vitória nos trials. 

 

Nesse heat 6 da ronda 1, Kikas começou por dar o primeiro tubo da bateria, mas a nota saiu em apenas 2.83 pontos. Ainda assim, o português liderou o confronto durante mais de metade do heat até que John John, a sensivelmente 10 minutos do fim, apanha a sua primeira onda (tubo + snap) e consegue 7.17 pontos. A partir daí John John não mais saiu do 1.º lugar e Kikas desceu à terceira posição. 

 

Uma prioridade usada numa onda sem grande potencial, por parte do português, e um novo reverse air do World Champ, nos últimos minutos, complicaram ainda mais a situação. A inconsistência e o posicionamento nem sempre ideal tiveram a sua quota parte de influência no resultado, mas a verdade é que Kikas se encontra agora no round 2, heat 9, juntamente com Adrian Buchan. 

 

“Ace” Buchan, de 34 anos, é um dos veteranos do World Tour, circuito que corre consecutivamente desde 2006, tendo obtido ao longo destes 12 anos de vida no tour duas vitórias em CT’s: Quiksilver Pro France em 2008 e Billabong Pro Tahiti em 2013. 

 

Vale ainda realçar que, este ano, Ace e Kikas encontraram-se na primeira ronda do Quik Pro, heat 10, juntamente com Filipe Toledo, com o português a levar a melhor nessa ocasião, deixando o aussie em terceiro lugar. Este poderá ser um bom presságio, mas nunca é de fiar já que a este nível tudo pode acontecer. 

 

Aliás, face à qualidade dos surfistas que compõem o top 34, esta temporada pode mesmo ser uma das mais atípicas de sempre, no bom sentido, claro, registando-se vitórias de atletas que eventualmente não poderiam estar dentro das contas de muito boa gente. 

 

 

Neste primeiro dia de prova, em North Point (ver mais aqui), Ian Gouveia (em cima), no heat 7, tinha conseguido uma das melhores notas do dia (8.00 pontos) até o havaiano Sebastian Zietz roubar toda a atenção. Na última bateria do dia "Seabass" conseguiu um 10 perfeito (tubão animal) e arrecadou o maior score até ao momento - 14.83 pontos. Vê a onda em questão no video que se segue:  

 

 

A previsão indica que o swell teria o seu auge esta quarta-feira perdendo força até ao final da semana onde se prevê a entrada de um novo swell, de inferior força, com orientação de SSW. Por esse motivo, é bem possível que a ação continue amanhã (logo à noite em Portugal por volta das 23 horas), faltando apenas saber se North Point será novamente o palco ou optará a WSL por montar o show no “main break” ou até The box que parece ser a escolha preferida dos atletas. 

 

Continua a acompanhar em direto aqui. Entretanto, as baterias da ronda 2: 

 

H1: Gabriel Medina x Jacob Willcox

H2: Matt Wilkinson x Nat Young

H3: Owen Wright x Exekiel Lau

H4: Joel Parkinson x Leonardo Fioravanti

H5: Adriano de Souza x Jadson André

H6: Filipe Toledo x Joan Duru

H7: Josh Kerr x Bede Durbidge

H8: Conner Coffin x Etahn Ewing

H9: Adrian Buchan x Frederico Morais

H10: Connor O’Leary x Wiggolly Dantas

H11: Mick Fanning x Kanoa Igarashi

H12: Stu Kennedy x Miguel Pupo

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top