Itens relacionados

terça, 16 outubro 2018 15:56

Mundial em Peniche: Miguel Blanco e Vasco Ribeiro afastados no Round 2

Já só resta Frederico Morais no mundial de surf em Peniche… 

 

Todas as imagens de Rita Neves

  

Primeiro dia muito longo no MEO Rip Curl Pro Portugal, mas com poucas surpresas a assinalar, pelo menos no que diz respeito ao Round 1. Excetuando a eliminação de Filipe Toledo, segundo do ranking e um dos três candidatos ao título, no Heat 5, pouco mais há a referir. 

 

O australiano Ryan Callinan voltou a mostrar consistência, no Heat 1, depois de vencer o QS10,000 em Ribeira e de ter selado um segundo lugar no WCT Quik Pro France no fim de semana; passando por Zeke Lau e Owen Wright diretamente para o Round 3. 

 

Resultados Round 1

Heat 1: Ryan Callinan (AUS) 9.53, Ezekiel Lau (HAW) 9.00, Owen Wright (AUS) 6.50 

Heat 2: Jordy Smith (ZAF) 9.73, Yago Dora (BRA) 5.57, Keanu Asing (HAW) 4.54

Heat 3: Italo Ferreira (BRA) 10.94, Frederico Morais (PRT) 6.20, Wiggolly Dantas (BRA) 4.43

Heat 4: Julian Wilson (AUS) 14.50, Connor O’Leary (AUS) 12.00, Vasco Ribeiro (PRT) 9.47

Heat 5: Tomas Hermes (BRA) 10.50, Filipe Toledo (BRA) 9.56, Miguel Blanco (PRT) 4.17

Heat 6: Gabriel Medina (BRA) 13.17, Samuel Pupo (BRA) 6.03, Patrick Gudauskas (USA) 4.77

Heat 7: Adrian Buchan (AUS) 9.10, Miguel Pupo (BRA) 8.30, Wade Carmichael (AUS) 5.80

Heat 8: Conner Coffin (USA) 12.16, Griffin Colapinto (USA) 10.17, Joan Duru (FRA) 3.17

Heat 9: Ian Gouveia (BRA) 11.50, Kolohe Andino (USA) 5.76, Jeremy Flores (FRA) 1.80

Heat 10: Jesse Mendes (BRA) 8.83, Willian Cardoso (BRA) 7.03, Sebastian Zietz (HAW) 2.54

Heat 11: Kanoa Igarashi (JPN) 14.77, Matt Wilkinson (AUS) 6.77, Adriano de Souza (BRA) 6.17

Heat 12: Michel Bourez (PYF) 10.47, Michael February (ZAF) 6.73, Michael Rodrigues (BRA) 1.67

 

 

No Round 2, o de repescagens, que teve lugar esta tarde, destaque especial para os portugueses. Miguel Blanco foi o primeiro a competir, no Heat 2, agora com condições mais “clean” e favoráveis (mar mais certinho e com vento offshore a soprar). 

 

Blanco iniciou o confronto com o australiano com mais ritmo, conseguindo duas ondas que, mesmo de baixo score (3.67 + 2.80), o puseram na frente do Heat durante mais de 10 minutos. Foi, precisamente, quando faltavam cerca de 15 minutos, que o australiano apanhou uma esquerda até à areia (para trocar de prancha) e aproveitou para assaltar a liderança (com um pauladão, rasgadão e finalização competente). 

 

Zero erros que acabaram por ser recompensados com 6.00 pontos e o primeiro lugar na bateria, deixando Miguel Blanco agora à procura de 4.84 pontos. Um requisito perfeitamente atingível, mas a inconsistência de boas ondas (com potencial) era algo preocupante. A maior parte dava apenas para uma manobra e fechava muito rápido. 

 

Uma nova troca de ondas acabou por ser o backup de Owen (3.33) e a melhor de Blanco (3.70). As posições mantinham-se a 6 minutos do fim, mas 5.64 era agora o que o português precisava fazer para mudar o rumo das coisas. Numa direita, uma vez mais, Blanco ainda desferiu uma rasgada seguida de um blowtail na junção e substituiu uma das suas ondas por 4.03 - ficando a precisar de 5.31 pontos. 

 

Nos segundos finais a situação não mudaria e o australiano sobreviveria à lotaria da segunda ronda, com o resultado final a ser de 9.33 x 7.73 pontos. Blanco despede-se da experiência do CT português em 25.º lugar. 

 

 

Seguiu-se no Heat 3 Vasco Ribeiro x Wade Carmichael. Na primeira “wave exchange” foi melhor o australiano com 4.33 pontos. Vasquinho, por sua vez, com duas manobras, registou 3.00 pontos. O back up para o surfista de São João do Estoril não tardou a aparecer - 3.97 para uma combinação de manobras com finalização mais explosiva que colocou o português na liderança. 

 

Foi sol de pouca dura uma vez que Carmichael fez a sua segunda onda, passou a ter backup (3.70) e inverteu os papeis - Vasco Ribeiro passou a estar em segundo à procura de 4.07 pontos. Seguiram-se mais algumas tentativas, mas a situação não mudou até à placa vermelha (que indica últimos 5 minutos) ser levantada. 

 

A reação de Vasco esboçou-se, literalmente, a 30 segundos do fim quando, numa direita, aplicou dois snaps com o último a ter definitivamente mais pressão e expressão corporal. Teria sido suficiente para obter 4.07? O painel de juízes analisou durante um minuto ou dois, mas terminar por dar 3.93, nota insuficiente para passar à Ronda 3. 

 

Com o resultado de 8.03 x 7.90 pontos, Wade Carmichael mantém-se em prova enquanto Vasco Ribeiro, tal como Blanco, termina a sua prestação e despede-se dos fãs portugueses em 25.º lugar. 

 

 

A seguir a este Heat o plano é realizar mais três baterias, terminando este primeiro dia de ação no Heat 6. Ora, como Frederico Morais se encontra no Heat 12 (com o brasileiro Yago Dora), isto significa que hoje não voltará a entrar na água. Próxima chamada, amanhã, às 7:45.

 

Resultados Round 2:

Heat 1: Filipe Toledo (BRA) 12.67 def. Samuel Pupo (BRA) 5.03

Heat 2: Owen Wright (AUS) 9.33 def. Miguel Blanco (PRT) 7.73

Heat 3: Wade Carmichael (AUS) 8.03 def. Vasco Ribeiro (PRT) 7.90

Heat 4: Kolohe Andino (USA) 12.33 def. Wiggolly Dantas (BRA) 9.73

Heat 5: Willian Cardoso (BRA) 14.50 def. Keanu Asing (HAW) 9.67

Heat 6: Michael Rodrigues (BRA) 13.00 def. Miguel Pupo (BRA) 10.10

 

Round 2 (heats por realizar):

Heat 7: Adriano De Souza (BRA) vs. Joan Duru (FRA)

Heat 8: Sebastian Zietz (HAW) vs. Matt Wilkinson (AUS) 

Heat 9: Jeremy Flores (FRA) vs. Michael February (ZAF) 

Heat 10: Griffin Colapinto (USA) vs. Patrick Gudauskas (USA) 

Heat 11: Ezekiel Lau (HAW) vs. Connor O'Leary (AUS) 

Heat 12: Yago Dora (BRA) vs. Frederico Morais (PRT) 

 

Continua a acompanhar em Worldsurfleague.com

aqui a previsão para os próximos dias. 

Mais fotos do primeiro dia aqui

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top