Mapa para a próxima quinta-feira em Portugal Continental. Mapa para a próxima quinta-feira em Portugal Continental. Mapa: Surf-forecast.com

Itens relacionados

segunda, 15 outubro 2018 16:25

Atualização: CT de Peniche pode realizar-se em tempo relâmpago

Confere a previsão atualizada para esta semana… 

 

Após o almoço, a equipa sentou-se à mesa para analisar as condições meteorológicas para o MEO Rip Curl Pro Portugal (10.ª etapa do World Tour) e facilmente chegou à conclusão que a prova, este ano, pode realizar-se mesmo em tempo relâmpago. Caso isto aconteça, teremos uma espécie de reedição de 2011 quando o mundial português foi cumprido em apenas 2 dois e meio. 

 

O que se passa é que a previsão é francamente favorável para os próximos dias, com vento norte a fazer-se sentir (= offshore nos Supertubos) e ondulação consistente, com períodos de 12 a 15 segundos, orientada de WNW para os primeiros dias (o ideal) e NW para o final da semana. 

 

A previsão é sempre difícil de fazer, ainda mais com a temporada dos furacões a fazer-se sentir no Atlântico e com os fundos dos Supertubos a receberem precisamente agora as primeiras ondulações pós-verão, mas a verdade é que swell é coisa que não falta para os primeiros dias do período de espera (que vai de 16 a 27 de outubro). 

 

* Mapa Windguru

 

Desta forma, amanhã, terça-feira (16), são esperadas ondas na casa dos 2,5-3,0m com swell WNW, pouco vento (especialmente de manhã) e 12 segundos de período. A energia estará em alta de manhã (2055 KJ), mas a cair até ao final do dia (1116 KJ). Estas condições jogam a favor, mas o surf estará definitivamente pesado e deverá debitar ondas de até 3 metros. Ainda assim é bem possível que vejamos o início do campeonato com o Round 1 absolutamente “on fire”. Algumas nuvens de manhã, mas céu limpo à tarde. 

 

Um dia depois, na quarta-feira (17), a tendência de queda de swell acentua-se até à hora do almoço, com nova subida do mar a dar sinal à tarde (a ondulação sobe de 1,8 a 2,8m). Um dia que começa com menos ondas, mas ainda assim com uma energia galopante (de 936 de manhã a 1759 KJ à tarde) que deverá garantir a realização de mais alguma competição. Céu limpo e Sol de manhã, com nuvens e previsão de chuva à tarde. 

 

Quinta-feira (18) acorda com swell em força, entre 3,8 e 4,2m, 13 segundos de período, a rodar ligeiramente a NW. No entanto, o vento norte, que neste dia estará muito intenso (rajadas de 28 a 35 nós), mantém-se. Isto poderá significar mais um dia de perfeição (o terceiro consecutivo) em Supertubos, mesmo sabendo de antemão que o vento offshore estará muito forte. Algumas nuvens de manhã, mas pela tarde o céu estará limpo. 

 

Para sexta-feira (19) esta tendência continua, com o vento ainda do quadrante norte mas de menor intensidade, ondulação de NW a cair de 3,4 até 2,8m e 11 segundos de período, com bastante energia (1473 KJ) no período da manhã. Tal como o dia anterior, teremos algumas nuvens de manhã mas depois, com o passar das horas, a limpar por completo.

 

De terça a sexta, iremos contar com 4 dias de previsão claramente favorável para os Supertubos onde a WSL terá que fazer a devida gestão e dar as chamadas oficiais sempre que estas forem necessárias. É com base nesta análise e valores que podemos afirmar que o CT em Peniche pode terminar, nesta edição 2018, em tempo relâmpago. 

 

Fica atento a mais desenvolvimentos. 

Espreita AQUI a nossa Live Cam em Peniche.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top