Teresa Bonvalot terá em Haleiwa a sua grande oportunidade de qualificação para o CT 2023 Teresa Bonvalot terá em Haleiwa a sua grande oportunidade de qualificação para o CT 2023 WSL segunda-feira, 07 novembro 2022 18:55

Teresa Bonvalot é 5ª classificada do ranking mundial CS após o evento de Saquarema

Surfista Portuguesa alcançou a 3ª posição na penultima etapa do Challenger, no Corona Saquarema Pro..

 

 

Um dia de muitas emoções para Teresa e para todos os Portugueses que assistiam a este ultimo dia da penultima etapa do Circuito Challenger Series 2022. Após um inicio de dia brilhante por parte de Teresa ao passar o seu heat dos quartos de final em que derrotou a sua adversária directa Bronte Macaulay(Aus), eis que nas meias finais a surfista Portuguesa não conseguiu apresentar o seu surf e perdeu para a menos cotada Francesa Tessa Thyssen. Um heat que foi particularmente estranho de ver pois a surfista Portuguesa precisava de muito pouco para passar e não fosse uma finalização menos conseguida(na sua 3ª melhor onda), teria passado à final.

Mas competição é assim mesmo e o importante é olhar para a frente e para a próxima e ultima etapa Challenger Series.  O Haleiwa Challenger.que decorrerá em Haleiwa no North Shore Hawaiano entre os dias 26 de Novembro e 07 de Dezembro.

 

Contam os 4 melhores resultados do CS para o Ranking final:

Para já Teresa encontra-se na quinta posição do ranking CS seguida de muito perto por Alyssa Spencer(USA), e três Australianas, Bronte Macaulay, Nicky Van Dijk e Sophie McCulloch.

Sabendo que contam os 4 melhores resultados de todos os 7 eventos CS para a qualificação para o Championship Tour, podemos perceber na imagem do ranking abaixo que ha ainda muitas possibilidades em aberto, para Teresa assim como as atletas que a seguem de perto. 

 
Neste momento há 3 atletas que já garantiram a qualificação para o CT 2023 - Macy Callaghan,Molly Picklum e Caitlin Simmers:

O primeiro nome anunciado foi o de Macy Callaghan, há dois dias. Apesar de não estar presente em Saquarema, Callaghan assumiu a liderança do Challenger Series depois de dois 2ºs lugares consecutivos (Ballito Pro e VANS US Open of Surfing) e uma vitória em Portugal, no EDP Vissla Pro Ericeira. 

Durante o dia de ontem foram anunciados os nomes de Molly Picklum e Caitlin Simmers. Simmers também está ausente nesta etapa, e Picklum perdeu na primeira ronda, depois de ter cometido uma interferência no seu heat contra Tessa Thysen e Pauline Ado. 

Molly Picklum já tinha conseguido a qualificação para o CT 2022 através do circuito Challenger Series, mas foi uma das vítimas do mid-season cut. Este ano retornou ao Challenger Series e abriu a temporada com um 2º lugar na Austrália, e venceu o Ballito Pro. Juntou a isso um 3º lugar na Ericeira, e a soma dos seus resultados rendeu-lhe o regresso ao Tour. 

Caitlin Simmers também tinha conquistado uma vaga para o CT do ano passado, quando tinha apenas 16 anos. No entanto, na altura, a jovem surfista tomou a decisão de abdicar dessa vaga para se focar na escola, "passar tempo com a família e amigos", e preparar-se melhor "mentalmente e fisicamente" para quando a oportunidade voltasse a surgir. Logo no início do Challenger Series este ano, Caity mostrou que a entrada no CT ainda estava nos planos, com uma vitória na primeira etapa australiana. Os seus piores resultados até agora foram dois 5ºs lugares em Sydney e na Califórnia. Na África do Sul ficou em 3º e na Ericeira em 2º. Simmers e Picklum partilham o 2º lugar do ranking.

 

Alyssa Spencer vai ser, assim, a grande adversária de Teresa na etapa final:

A decisão da qualificação para o circuito mundial de 2023 vai acontecer já no final de Novembro, em Haleiwa, no Havai. Teresa Bonvalot chega a esta etapa a depender apenas de si própria, mas com mais sete surfistas na luta pelas duas vagas ainda em aberto – as australianas Macy Callaghan e Molly Picklum e a norte-americana Caitlin Simmers já carimbaram matematicamente a qualificação. Um triunfo da campeã nacional em Haleiwa não deixa margem para mais contas para as rivais. No entanto, há muitas contas por fazer, sobretudo, em relação à surfista que se segue no ranking.

Alyssa Spencer vai ser, assim, a grande adversária de Teresa na etapa final, precisando apenas de chegar aos oitavos-de-final para ultrapassar virtualmente a surfista portuguesa, devido aos descartes. Contudo, a partir do momento que chegue aos quartos-de-final, Teresa melhora a pontuação atual e precisa somente de fazer igual ou melhor que a norte-americana. As restantes adversárias precisam de chegar à final ou vencer o evento e esperar que Teresa não chegue aos quartos-de-final, o que torna a contas mais complicadas para essas surfistas.

 

As restantes Portuguesas no ranking Mundial:


Em relação às restantes portuguesas em prova neste circuito, Kika Veselko terminou no 9.º posto em Saquarema e subiu até ao 31.º posto. Yolanda Hopkins desceu até ao 23.º lugar, enquanto Mafalda Lopes surge na 38.ª posição e Carolina Mendes na 64.ª posição. Todas elas já estão afastadas matematicamente da luta pela qualificação.

 

 Ranking Mundial CS após a etapa de Saquarema:

 

 

 

Teresa Bonvalot e o seu bonito e eficaz surf  de front side.  WSL

Perfil em destaque

Scroll To Top