O Homem accionou o alarme afastando o crowd da praia onde estava  pelo menos por 7 vezes O Homem accionou o alarme afastando o crowd da praia onde estava pelo menos por 7 vezes
domingo, 17 outubro 2021 22:50

Homem Australiano acusado de activar bóias alerta de tubarão para surfar só

Activava as bóias quando entrava para a àgua e afugentava o crowd...

 

Um homem, praticante de surf, residente no Oeste Australiano foi acusado após supostamente remover uma etiqueta de monitorização de um grande tubarão branco e usá-la para disparar bóias de alerta durante várias semanas.

Acredita-se que o homem, de 48 anos, tenha accionado as bóias deliberadamente várias vezes na área de Albany, depois de supostamente remover a etiqueta a tubarão branco que apanhou durante uma pescaria.

Este foi acusado de roubo pelo Departamento de Indústrias Primárias e Desenvolvimento Regional (DPIRD), que administra estas etiquetas de monitorização.

 

"A polícia de WA acusou um homem de 48 anos de roubo de uma" etiqueta de monitorização acústica"usada no rastreamento de tubarões-brancos pelo Departamento de Indústrias Primárias e Desenvolvimento Regional (DPIRD)," disse o porta-voz ao canal Australiano 9News.

 

 

 

Segundo a investigação, entre 13 de agosto e 4 de setembro, o homem usou a etiqueta para accionar o alarme de Tubarão por sete vezes na costa de Albany.

O acusado irá comparecer ao Tribunal de Magistratura de Albany no próximo mês de Novembro .

 

Acredita-se que ele devolveu o tubarão à natureza após capturá-lo.

 

Sistemas de monitoramento de tubarões são usados em todo a Austrália para entender melhor os movimentos e hábitos destas criaturas marinhas, bem como para detectá-los quando se aproximam de áreas com forte presença humana.

 Em dezembro do ano passado, um enorme tubarão branco foi marcado na costa de WA, tornando-se o segundo maior da história do estado. A fêmea de 5,3 m estava na altura a apenas 10 cm do recorde.

Desde 2007, 138 tubarões brancos foram marcados nas águas da WA. 

Perfil em destaque

Scroll To Top