ActivoBank

Itens relacionados

segunda, 07 outubro 2019 15:31

Novos campeões de Open, Feminino e Masters consagrados em Matosinhos

Prova decorreu na Praia Internacional...


 
Este fim de semana, dias 05 e 06 de Outubro de 2019, o Crédito Agrícola Open & Masters Cup proporcionou um bom espetáculo de surf na Praia Internacional e pôs à prova os melhores atletas do Norte em quatro categorias.

 

Nuno Corte Real sagrou-se campeão de Open e Beatriz Costa subiu ao pódio na primeira posição. Já na competição dos atletas mais experientes, foi Patrick Jongenelen a merecer o título na categoria de Masters (+35) enquanto a boa prestação do surfista Luís Botelho o levou ao lugar mais alto do pódio nos Kahuna (+45). Esta competição marca o regresso do “Porto & Matosinhos Wave Series” este ultimo trimestre, ainda, com mais uma prova.


 
O Crédito Agricola Open & Masters Cup ficou marcado pelas condições excelentes, ondas com tamanho ideal e formação perfeita, e um ambiente de convivio único entre a comunidade surfista do norte do Pais.

A competição esteve renhida na categoria Open. As boas prestações de Nuno Corte Real, Zema Bruschy, Tomás Arroja e Gonçalo Magalhães ao longo do campeonato, levaram os atletas à final neste ultimo Domingo. As duas melhoras ondas de Nuno Corte Real (9.50 e 7.50) levaram a um resultado muito positivo e o atleta levou para casa o título de campeão. Zema Bruschy sagrou-se vice-campeão (12,64) com Tomás Arroja e Gonçalo Magalhães a terminarem em terceiro e quarto lugar, respetivamente.
Beatriz Costa destacou-se na final com ondas consistentes e somou 12 pontos. O segundo lugar foi ocupado por Raquel Otero com 11.13 pts. Raquel Vale e Ana Reverendo subiram ao pódio na terceira posição e 4 posição.

Também nos atletas com mais de 35 anos, se percebeu que o surf continua no sangue. Patrick Jongenelen surfou as suas melhores ondas da casa dos 6.33 e 5.80 pontos e acabou por se sagrar campeão de Masters + 35. Francisco Carvalho ocupou a segunda posição com 11.43 pts e não muito atrás ficou o surfista Nuno Nora e João Lagos que terminaram na 3 e 4 posição. 

Os surfistas da categoria Kahuna (+45) deram espetáculo nas ondas da Praia Internacional. Luis Botelho fez a melhor onda da bateria (6 pts) que lhe valeu o primeiro lugar com 9.20 pontos. Paulo Sampaio e Patrick Jongenelen terminaram a prova na segunda e terceira posição, respetivamente, deixando Rui Homem Ribeiro na quarta posição desta categoria.

  • Créditos fotos: Tomané Photos

Perfil em destaque

Scroll To Top