banner topf

Itens relacionados

sábado, 27 julho 2019 16:10

PORTUGAL É VICE CAMPEÃO EUROPEU DE SURF EM DIA DE FESTA ITALIANA

O hino italiano tocou três vezes hoje em Santa Cruz, na conclusão do Eurosurf 2019...


João Dantas sagrou-se vice-campeão europeu de Longboard, Eduardo Fernandes foi terceiro em surf open, mas os italianos conquistaram o título europeu ao vencerem três títulos individuais em quatro possíveis. O País de Gales furou o domínio transalpino ao arrecadar o título de surf open graças a uma excelente exibição de Jay Quinn

O hino italiano tocou três vezes hoje em Santa Cruz, na conclusão do Eurosurf 2019, Europeu de Seleções que, a um dia do final do período de espera, coroou a “Squadra Azzurra” campeã da Europa de surf pela primeira vez na sua história. Portugal foi segundo, com o longboarder de São Pedro do Estoril, João Dantas, a destacar-se com o segundo lugar da especialidade.

O feito histórico da Itália foi conquistado na reta final do campeonato graças aos triunfos de Federico Nesti no Longboard masculino e Francesca Rubegni no Longboard feminino, já que, recorde-se, Claire Bevilacqua já tinha vencido a categoria de surf feminino, deixando a jovem prodígio portuguesa Francisca Veselko com a prata.

Portugal tinha começado mal o dia, com a eliminação de Inês Martins na final de repescagem do longboard feminino e João Dantas entrou para a água com grande responsabilidade. Contudo, o campeão europeu em título mostrou o porquê do título e assinou uma exibição de luxo, onde se destacou um raríssimo tubo nas difíceis condições em que se disputou a bateria, e ainda uma onda que lhe valeu 8.00. Ficou, ainda assim, a 3 décimas de bater o italiano Federico Nesti na derradeira onda, pelo que o transalpino conquistou a bateria (14.65 contra 14.30)...e o título.

No final, depois de ter ido abraçar o amigo Federico Nesti, um obviamente desgostoso João Dantas assumiu o resultado: “Foi um heat bem disputado com o Nesti. Sei que fiz ondas boas e estou orgulhoso. Era melhor ter levado a vitória para casa, o apoio da Seleção foi fantástico e saio daqui com o sentimento de missão cumprida.”



O domínio italiano só foi mesmo quebrado em surf masculino, com o galês nascido na Nova Zelândia, Jay Quinn, a levar a melhor frente ao alemão Leon Glatzer num duelo de dois estilos radicalmente diferentes: o “power surfing” de Quinn contra os aéreos de Glatzer.Em terceiro ficou o português Eduardo Fernandes, que fez um campeonato exemplar, vencendo todos os seus heats até à final. Todavia, na bateria decisiva, não encontrou ondas que lhe permitissem mostrar o surf poderoso que deslumbrou todos ao longo do campeonato. De fora, ficou Pedro Henrique que foi afastado, surpreendentemente, no penúltimo heat de repescagem e não teve oportunidade de se juntar a Fernandes na final.

“Dei o meu melhor neste campeonato. Podia ter corrido um pouco melhor na final, mas por vezes não conseguimos estar em sintonia com as condições e foi o que aconteceu hoje”, justificou “Edu” Fernandes, sublinhando a força da equipa portuguesa: “Não podemos sair de cabeça baixa. Fomos um grupo muito forte, dentro de água mas também cá fora, a apoiarmo-nos mutuamente. Queríamos muito ser campeões, desta vez não foi possível, mas de certeza que teremos nova oportunidade e venceremos.”

Coube ao Selecionador Nacional David Raimundo fazer o balanço da participação portuguesa ao cabo destes seis dias de competição: “O balanço que faço da nossa prestação como equipa é um balanço bastante positivo. Fomos, desde o primeiro dia, uma equipa unida, coesa, motivada, concentrada, competente...por isso não podia estar mais orgulhoso e contente, tendo também em conta que parte da equipa [o surf feminino] é mais jovem, menos experiente e conseguiram chegar aqui e fazer um trabalho brilhante que culminou com o título da ‘Kika’ Veselko. Hoje é um dia triste, com toda a equipa devastada pois trabalhámos muito e fizemos o suficiente para sairmos daqui campeões. Contudo, os resultados ditaram que tivesse sido a Itália a campeã e só tenho de lhes dar os parabéns. Daqui a dois anos teremos nova oportunidade e o trabalho para reconquistar o título começa daqui a pouco.”

CLASSIFICAÇÃO POR PAÍSES:

Perfil em destaque

Scroll To Top