banner topf

Itens relacionados

terça, 23 julho 2019 14:56

EUROSURF 2019 JÁ COMEÇOU EM SANTA CRUZ

O campeonato da Europa de surf que é disputado entre 15 equipas, iniciou este Domingo dia 21 de Julho nas Praias de Santa Cruz.

Após um primeiro dia de competição em que a seleção Nacional esteve dominante, eis que o mesmo sucedeu durante o dia de ontem segunda feira.

Foi um dia bem longo e deveras preenchido com mais de 10 horas de competição e um total de 30 heats cumpridos. A buzina do primeiro heat soou às 9 horas em ponto para dar lugar às seis baterias que faltavam realizar da primeira fase do Surf Masculino, logo seguidas por duas rondas do Surf Feminino e por último, a fechar as hostilidades competitivas, o Round 1 do Quadro Secundário (Repescagens) do Surf Feminino.
À imagem de Domingo, a seleção nacional começou a jornada de forma positiva. Pedro Coelho esteve à altura do desafio, aproveitou as boas ondas de Santa Cruz para conseguir um dos maiores scores do dia (12,25 pontos em 20 possíveis) e acabou por se juntar aos companheiros de equipa, Eduardo Fernandes e Pedro Henrique, na segunda fase do evento.

*Mafalda Lopes garantiu a pontuação mais alta do dia - 13,75 pontos em 20 possíveis.


Também de assinalar os desempenhos e a experiência de Roberto D’Amico (Itália) e de Jay Quinn (País de Gales) que conseguiram as duas maiores pontuações neste início de semana - 12,50 e 13,90 pontos, respetivamente. Quinn, que é o campeão europeu em título, registou ainda uma das ondas mais pontuadas - 7,25 pontos; numa direita a abrir onde gerou velocidade e desferiu duas rasgadas a soltar muita água para o ar antes de finalizar com um poderoso reentry na junção.
Mais tarde, foi a vez do Surf Feminino tomar conta do protagonismo. Nos 24 confrontos realizados são de destacar as performances da alemã Noah Klapp (13,00 pontos), da espanhola Garazi Sanchez (13,50 pontos) e ainda da portuguesa Mafalda Lopes que, graças a duas fantásticas ondas de 7,25 e 6,50 pontos, garantiu a pontuação mais alta do dia - 13,75 pontos em 20 possíveis.
Para a jovem surfista portuguesa o desempenho de hoje serve de motivação para o que os próximos dias reservam: “é ótimo estar a participar aqui no Euro Surf, adoro este campeonato e o ambiente é excelente, as pessoas estão sempre divertidas. Também é ótimo estar a representar Portugal aqui no nosso país, sobretudo no Open, porque é uma responsabilidade ainda maior, sendo que ainda sou júnior. A minha prova de correu bem, demorei um pouco a começar, mas iniciei com uma boa onda, e acho que continuei sempre a melhorar, tendo feito até um reverse numa onda, que me deu um 7”.
Relativamente aos restantes elementos da equipa portuguesa, é também de realçar a continuidade em prova de Francisca Veselko, vencendo as duas baterias em que participou sem pestanejar. Já Carolina Santos, depois de um primeiro heat fantástico, não encontrou as ondas certas no Round 2 e foi remetida para as repescagens ao ficar em terceiro lugar.

A competição prossegue esta terça-feira com dois pódios a funcionar em simultâneo. O Eurosurf 2019, campeonato da Europa de surf que está inserido no Festival Ocean Spirit, termina no próximo dia 28 de Julho.

 

A animação musical do dia de hoje está a cargo dos portugueses Oro, às 19h00, e dos Opaz, às 22h00. Às 23h30 é a vez dos franceses Sönj subirem ao palco com os sons da música medieval e tradicional da Bretanha.


Perfil em destaque

Scroll To Top