Itens relacionados

sexta, 05 abril 2019 16:49

Diogo Gonçalves destaca-se no 1º dia do Longboard Pro Espinho

Longboarder Português foi um dos destaques do dia nas condições difíceis em Espinho.

O Longboard Pro Espinho, primeiro evento da sexta edição do Espinho Surf Destination 2019, teve hoje início, na praia da Baía. Apesar das previsões apontarem para muito mau tempo, a verdade é que o sol raiou durante a manhã desta sexta-feira, permitindo colocar as primeiras fases na água.

Com ondas a rondar dois metros e alguns sets maiores junto ao famoso pontão de Espinho, realizou-se o primeiro round feminino, seguido de cinco baterias do primeiro round masculino, sem surpresas de maior.

O maior destaque ficou por conta da atleta francesa Alice Lemoigne, actual quinta classificada no ranking mundial e cabeça de série número um no Longboard Pro Espinho. Alice, que compete pela primeira vez em Espinho, fez o maior scoredo campeonato até agora (quase 15 pontos) e avançou facilmente para os quartos de final, assumindo-se como a principal candidata ao título.

Destaque igualmente para a sua compatriota Zoe Grospiron, para a inglesa Beth Leighfield e para a holandesa Nienke Duinmeijer, todas vencedoras das sua respectivas baterias. As duas portuguesas em prova, Raquel Bento e Kathleen Barrigão (campeã nacional), também avançaram para os quartos de final, em segundo lugar nas suas baterias, demonstrando muita determinação.

Na prova masculina, os destaques vão para o campeão nacional de 2017, Diogo Gonçalves, para os franceses Benoit Carpentier e Clement Roseyro, e para o inglês Ben Skinner, multi-campeão britânico, europeu e ex-top 5 mundial.

Os quatros longboarders venceram as suas baterias homem-a-homem dos oitavos de final, juntando-se assim a Edouard Delpero (vice-campeão mundial em 2017 e cabeça de série número um no Longboard Pro Espinho 2019) nos quartos de final. Edouard teve passagem directa para a fase seguinte, devido a ausência do seu adversário.

A melhor onda do dia foi para Clement Roseyro, com um 6.23 em 10 pontos possíveis, eliminando o brasileiro Eduardo Bagé, ex-top mundial da modalidade.

As restantes três baterias dos oitavos de final masculinos ficaram por realizar hoje, devido à entrada de uma forte tempestade ao início da tarde, que impossibilitou a competição de continuar. Quando recomeçar, todos os olhos vão estar colocados nessas três baterias, uma vez que estarão em prova o actual campeão nacional, João Dantas, o seu amigo e conterrâneo João Gama e o wildcard local Eduardo Ribeiro, cada um no seu respectivo heat.

Amanhã, devido à previsão de ventos muito fortes, não haverá competição em Espinho. Assim, o Longboard Pro Espinho regressará no Domingo, com a chamada marcada para as 07h30m da manhã e as finais previstas para o início da tarde.

Diogo Gonçalves (Por)

  • Créditos fotos: Masurel / WSL

Perfil em destaque

Scroll To Top