Estudo da AESDP revelou que 86% dos surfistas quer ver atividade regulamentada. Estudo da AESDP revelou que 86% dos surfistas quer ver atividade regulamentada. Foto: DR

Itens relacionados

quarta, 12 dezembro 2018 14:39

PENICHE DÁ PRIMEIRO PASSO PARA O ORDENAMENTO SUSTENTÁVEL DO SURF

AESDP reuniu com alguns dos principais agentes locais no fim de semana… 

 

Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) esteve este fim de semana em Peniche, onde reuniu com alguns dos principais agentes locais para discutir o ordenamento das escolas e a sustentabilidade do surf no concelho.

 

No seguimento do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela AESDP em defesa da regulamentação e ordenamento da atividade das escolas de surf junto dos agentes de toda a costa nacional, a Associação esteve este fim de semana em Peniche, onde os operadores se têm multiplicado a um ritmo acelerado, levando a uma necessidade urgente de serem tomadas medidas para garantir a segurança dos utilizadores.

 

A AESDP reuniu com o Capitão do Porto de Peniche, o clube local, representantes de escolas de surf e surfistas locais. Destaca-se a reunião com o órgão máximo da Capitania, entidade responsável pelo ordenamento da atividade nas praias, de onde surgiu o compromisso de ser preparado pela AESDP um documento contendo propostas concretas para regular e ordenar eficazmente esta atividade. 

 

De forma a que estas propostas vão de encontro às perspetivas de todos os agentes locais, a Associação irá realizar em Peniche já no próximo mês uma sessão pública de debate das possíveis medidas a implementar, onde a participação de todos os envolvidos será essencial.

 

A AESDP deixou um agradecimento especial ao Peniche Surf Camp e à Associação de Escolas de Surf e Surf Camps de Peniche por todo o envolvimento e apoio prestado durante o fim de semana. 

 

Em breve será anunciada a data da realização da sessão de debate e auscultação dos agentes.

Perfil em destaque

Scroll To Top