O spot australiano de Tombstones. O spot australiano de Tombstones. Foto: DR

Itens relacionados

segunda, 30 maio 2016 10:54

SURFISTA MORRE A SURFAR EM TOMBSTONES

Vítima tinha 55 anos e faleceu após embater com violência no reef… 

 

Uma sessão em Tombstones não terminou da melhor forma para um free surfer de 55 anos australiano. O spot, um reef de esquerdas ocas, potentes e velozes, fica numa região remota do Oeste Australiano, a 150 quilómetros norte de Carnarvon (e a mil de Perth) e é conhecido por começar a partir dos 1,5 m. 

 

O pico, situado na zona de Gnaraloo, é indicado para surfistas experientes e de difícil acesso e sem sinal de qualquer rede telefónica. Após estacionar, os surfistas têm que empreender uma caminhada de 20 a 30 minutos até chegar ao spot. 

 

Segundo relatos, o homem sofreu uma queda aparatosa e acabou por morrer após embater com a cabeça no fundo rochoso. Foi retirado da água por outros surfistas, já inanimado, apresentando vários cortes profundos na face. 

 

Mais tarde, uma ambulância foi chamada ao local e levou o homem para o hospital de Carnarvon, a cerca de duas horas de distância, onde foi dado (confirmado) como morto. 

 

A zona é conhecida por produzir algumas das melhores ondas da Austrália, em reefs absolutamente espetaculares que têm vindo a servir de pano de fundo para vídeos de altíssimo nível. É óbvio que o estar isolado da civilização tem a sua magia, mas o outro lado da moeda é que estamos muito longe e praticamente inacessíveis de tudo num momento de aperto. 

 

Que a sua alme descanse em paz. R.I.P. 

*Uma onda oca com um grau elevado de dificuldade / triggerbros.com

Perfil em destaque

Scroll To Top