sábado, 23 outubro 2021 15:04

Connor O'leary e Brisa Henessy vencem o Challenger Quiksilver/Roxy Pro France 2021

Frederico Morais alcança o 5º posto....

 

Terminou este Sábado, dia 23 de Outubro a 3ª e penultima etapa do Circuito Challenger Series 2021. A organização decidiu terminar hoje a prova devido às boas condições de ondas para que os atletas potencializassem o seu melhor surf.

 

Foi logo pelas 07:00 horas da manhã na Praia de Capbreton que a acção começou com os oitavos de final masculinos. Aqui Frederico Morais mais uma vez brilhou ao eliminar imperialmente o seu adversário, o Australiano Jordan Lawler. Um total combinado de 14,90 pontos contra os 9,70 do surfista Australiano faziam perceber a excelente performance de Frederico Morais. Tal já não se viria a repetir nos 1/4 de final homem a homem em que o surfista de elite Francês Michel Bourez acabaria por eliminar(embora por muito pouco) o surfista de elite Português. 9,77 pontos contra 9,60 pontos de Morais denotavam uma eliminatória muito renhida e na qual Frederico teve inclusive a melhor nota. 

De qualquer das formas uma nota muito positiva para Frederico Morais que se percebeu estar em prova para ganhar e que por mero azar foi parado pelo finalista Michel Bourez. 

 

Frederico Morais apresentou um backside letal nos beach breaks Franceses.  WSL/Poullenot

 

Na final Michel Bourez encontrava o Australiano Connor O'Leary que tinha vindo também a fazer uma prova de excelência e acabaria por vencer a prova de uma forma justa.

 

Kanoa Igarashi é agora o lider do ranking Challenger Series, com 15,550 pontos, após ter alcançado as meias finais deste Quiksilver Pro e ter sido eliminado igualmente por Michel Bourez.

O melhor Português é Frederico Morais ocupando agora a 24ª posição. Já Vasco Ribeiro que aspira a uma vaga no CT 2022 ocupa agora o 38º posto do geral com 6,250 pontos.

 

 

 A prova feminina foi vencida pela surfista da Costa Rica Brisa Henessy que venceu na final a Australiana India Robinson. 

 

Brisa Henessy é agora lider do ranking Challenger Series com 21,500 pontos. Já India Robinson ocupa a 4ª posição com 13,300 pontos. Recorde-se que as primeiras 6 atletas no final do ranking Challenger Series conquistarão uma vaga no CT 2022.

Aqui a melhor Portuguesa é Yolanda Hopkins em 20 lugar com 9000 pontos. Teresa Bonvalot segue-a de muito perto na 23ª posição e com 8800 pontos. 

 

A próxima e ultima prova Challenger series segue agora para o Hawaii. Será o Haleiwa Challenger de 26 de Novembro a 07 de Dezembro no North Shore Hawaiano.

 

De recordar que os Açores receberão já este próximo dia 01 a 06 de Novembro o Azores Airlines Pro, QS 5000 masculino e QS 3000 feminino .

 

 

 

  • Créditos fotos: WSL/Poullenot

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top