quinta-feira, 09 setembro 2021 08:55

Rip Curl WSL Finals entra no primeiro dia da janela de competição

Previsões apontam para que a prova comece dia 13.

 
 
 
 
 
"o mais provável é que a prova decorra entre os dias
 
13 e 15 de Setembro"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O Championship Tour (CT) prepara-se para coroar os campeões mundiais de surf de 2021. Os 5 homens e mulheres melhor colocados no ranking do CT chegaram a San Clemente, Califórnia, onde irão disputar a primeira Rip Curl WSL Finals da história do Tour. Este evento histórico irá aguardar as melhores condições de surf para realizar, ao longo de um dia, entre 9 e 17 de setembro, o novo evento que irá decidir os campeões mundiais de surf deste ano.
 
 

A declaração de Gabriel Medina, bicampeão mundial e líder do ranking masculino:

“Ganhar o terceiro título mundial é o meu maior objetivo. É incrível ganhar o título. Todos os surfistas que admiro ganharam 3 títulos e eu realmente também quero conquistar isso. Eu sei que vai ser difícil, mas tenho treinado muito, surfado todos os dias e só quero que isso aconteça ”.
 
 
 
 
 
 
 
A declaração de Carissa Moore, quatro vezes campeã mundial e medalhista de ouro olímpica:
 
“Seria muito especial ganhar um título mundial neste novo formato, aqui em Lower Trestles. Eu tenho quatro mulheres incríveis no confronto final, então realmente tenho que baixar a cabeça e trabalhar por isso, mas se correr bem, será super especial.”
 
 
 
 
 
 
 
 
A declaração de Ítalo Ferreira, vencedor da medalha de ouro olímpica e nº 2 no ranking masculino:

“Tem sido um ano muito especial para mim. Todos estes surfistas são uma grande inspiração para mim e estou animado por competir com eles neste próximo desafio da minha carreira.”
 
 
 
 
 
 
 
 
A declaração de Tatiana Weston-Webb, nº 2 no ranking feminino:

“Seria uma honra estar naquele palco com qualquer um, mas com um companheiro brasileiro seria ainda melhor. Para o nosso país, acho que seria uma grande declaração uma mulher dominar tudo. Já está a acontecer do lado masculino com o Gabriel, o Filipe e o Ítalo. Todos eles me inspiram muito, por isso seria uma grande honra estar ao lado deles no palco.”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
As previsões para a Rip Curl WSL Finals

As previsões indicam que, para os primeiros dias do período de espera, uma pequena mistura de swell de sul do hemisfério sul deve produzir ondas pequenas.
Espera-se que as ondas aumentem nos dias 11 e 12 de setembro e a previsão indica que outra forte tempestade do Pacífico Sul se desenvolverá no fim de semana seguinte, potencialmente enviando um swell SSW maior para o período de 13 a 15 de setembro. Com estes dados em conta, o mais provável é que a prova decorra entre os dias 13 e 15.
 
 
 
 Previsão para o período de competição da Rip Curl WSL Finals. Imagem retirada de Surfline.com
 
 
 
O formato da Rip Curl WSL Finals

Os líderes do ranking masculino e feminino, Gabriel Medina e Carissa Moore, terão uma grande vantagem sobre os outros competidores na Final, já que serão colocados diretamente no Title Match, um confronto de melhor de três para determinar o Campeão Mundial. Os surfistas restantes entrarão na competição da Rip Curl WSL Finals com base nas suas classificações no ranking. As mulheres serão as primeiras a entrar água no Match 1 alternando-se com os homens pelo resto do dia.

No primeiro heat, Johanne Defay (FRA) irá enfrentar a 7X campeã mundial Stephanie Gilmore (AUS), seguida pelo rookie Morgan Cibilic (AUS) e Conner Coffin (EUA). Ambos os heats terão um formato tradicional de eliminatórias numa competição de confronto direto. Os vencedores avançam para o segundo heat, onde enfrentarão o número 3 na tabela do ranking do CT: Sally Fitzgibbons (AUS) e Filipe Toledo (BRA).

O vencedor do heat 2 enfrentará os segundos classificados,no ranking, a dupla brasileira Tatiana Weston-Webb e Ítalo Ferreira, no heat 3. Os vencedores do heat 3 seguem um confronto de melhor de três pelo título, onde vão enfrentar os líderes do ranking, Carissa Moore e Gabriel Medina numa competição man-on-man com um formato de heat tradicional. O primeiro surfista a vencer dois dos três heats torna-se o campeão mundial de 2021.
 
 
 
 
 
 

Perfil em destaque

Scroll To Top