sábado, 28 agosto 2021 20:53

Falta de ondulação obriga ao cancelamento do Rip Curl Pro Anglet 2021

Divisão de pontos para os Surfistas ainda em prova ... 

 

O Rip Curl Pro Anglet que tinha iniciado há três dias atrás com condições de ondas pequenas e inconsistentes acabou por ter de ser cancelado, este Sábado, devido à falta de ondas e previsões de falta total de ondulação.

 

Houve diversos atletas Portugueses em prova, entre os quais Matias Canhoto, o jovem de apenas 13 anos de idade que conseguiu avançar de uma forma brilhante até à Ronda de 64. Ronda onde se encontram atletas com, melhor seeding do ranking Europeu da WSL, como é o caso do Português Vasco Ribeiro.

 As condições das ondas na casa dos 30 cm de altura no sudoeste da França forçaram a organização do evento a cancelar a prova do circuito qualificação QS1.000.

 

“Depois de várias análises e reuniões durante a manhã de hoje Sábado, foi decidido o cancelamento pela organização do evento,” afirmou Rob Gunning, manager do tour da WSL Europa “Fizemos o que podíamos com as ondas que havia e conseguimos chegar à Ronda de 64 masculinos e à Ronda de 32 feminino, mas infelizmente não pudemos ir mais longe. Não é algo que acontece com muita frequência, mas a mãe natureza tem destas coisas e as condições não permitiam cancelar a prova.”

 

 

Apesar de tudo há boas noticias para os competidores europeus e a WSL Europa, a Rip Curl Europa e a cidade de Anglet, em França, anunciaram uma parceria de três anos para fazer acontecer esta etapa do QS de Anglet, até 2024.

 

 

*Os surfistas que ainda estavam em prova receberão os pontos do ranking atribuídos ao último lugar da ronda atual: os surfistas masculinos ficarão assim em 49º lugar com 60 pontos para o ranking WSL, enquanto as atletas femininas ficarão em 25º lugar com 150 pontos cada.

 

 

 


Atletas falam reflectem sobre o Anglet Pro e suas ultimas edições WSL

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top