Itens relacionados

quinta-feira, 01 abril 2021 08:06

Rip Curl Newcastle Cup arranca com surpresas na Ronda 1 da competição

Que se realizou em ondas de 0,5 metros...

O Rip Curl Newcastle Cup, a segunda etapa do Championship Tour (CT) 2021, arrancou ontem à noite no horário de Portugal (manhã de dia 1 de abril na Austrália) com a realização da ronda 1 masculina e feminina em condições pequenas e complicadas em Merewether. O que faltou em ondas no primeiro dia de competição foi compensado com desempenhos incríveis.

 

 

O herói local Ryan Callinan garantiu a maior pontuação num heat no dia de abertura do evento.  Foto: WSL

 

 

O favorito local Ryan Callinan (AUS) deu início à campanha na sua cidade natal vencendo o seu heat com a melhor combinação de duas ondas na ronda de abertura. Callinan deu uma demonstração perfeita de conhecimento local, encontrando a melhor onda de cada set  melhorando a cada onda com a sua habilidade técnica de backside para conquistar um total combinado de 15,26 pontos (de um total de 20) para avançar para a Ronda de 32 (Ronda 3).

 

“Recebemos multidões realmente boas em todo o mundo que sempre nos apoiam, mas quando é em casa, é algo muito especial”, disse Callinan. “Estas não são as ondas por que viemos aqui, mas mesmo assim foi muito divertido estar de volta a competir e fazer algumas pontuações decentes. É tão bom ter estes fãs aqui. Eles trazem uma vibração tão boa para o evento, mesmo que as condições não sejam muito boas. Estou realmente a abraçar isso, pois é uma experiência muito especial para mim. ”

Os companheiros locais de Callinan, Morgan Cibilic (AUS), e os wildcards Jackson Baker (AUS) e Philippa Anderson (AUS), também tiveram sucesso e irão progredir para a terceira fase com desempenhos sólidos.

Julian Wilson (AUS) vai voltar na Ronda Eliminatória, já que parece ter o mesmo sucesso que teve nesta praia em 2020, quando venceu o Newcastle Surfest.

 

 

John John Florence Foto: WSL

 

 

O atual líder do ranking, John John Florence (HAW), mostrou em Merewether que tem o que é preciso quando as ondas são pequenas. Florence optou por usar uma prancha feita de fibra de carbono nas condições difíceis, que parecia funcionar perfeitamente enquanto fazia os seus carves de marca registrada para conquistar o segundo melhor total combinado do dia. Os seus 14,56 pontos  (de um total de 20 possíveis) levaram-no diretamente para a Ronda de 32 e classificaram-no como uma ameaça maior do que o esperado quando o surf fizer a sua estreia olímpica este ano.

 

“O primeiro heat é sempre stressante, mas para ser sincero, eu estava mais nervoso há alguns dias”, disse Florence. “Ontem fiz um bom aquecimento e isso deixou-me muito mais tranquilo hoje. As ondas pequenas dificultam com certeza, mas o meu equipamento funciona bem em surf mais fraco como este e ondas pequenas são uma área em que tenho trabalhado nos últimos anos, também tem muito a ver com chegar com a mentalidade certa. Eu divirto-me em ondas como estas porque são diferentes do que estou acostumado, o que o mantém as coisas interessantes. ”

 

Frederico Morais entrou no 4º heat da ronda 1 e surpreendeu ao dominar o heat com Jordy Smith e Matt Batting.

O surfista português adaptou-se às pequenas ondas de tal forma que os comentadores locais descreviam o seu surf como o melhor que já tinham visto fazer neste tipo de condições, desde que entrou na elite da World Surf League. O surfista conquistou um total combinado de 12.27 pontos (de um total de 20 possíveis) assegurando a sua passagem à Ronda 3 deixando Jordy Smith e Matt Batting em segundo e terceiro lugar, respetivamente.

 

 

Caroline Marks dominou Merwether no primeiro dia de competição.  Foto: WSL

 

 

Caroline Marks (EUA) dominou o dia de abertura do Rip Curl Newcastle Cup com a maior pontuação numa única onda do evento até agora, 8,00 pontos (de 10 possíveis). O sucesso de Marks enviou Brisa Hennessy (CRI) para a Ronda Eliminatória (Ronda 2).

 

“É tão bom voltar a competir na Austrália”, disse Caroline Marks. “Já se passaram alguns anos, então é ótimo estar de volta, pois é definitivamente um dos meus lugares favoritos no mundo. Foi definitivamente stressante chegar aqui, mas estou feliz por estar saudável e voltar a fazer o que amo. Senti muita falta de competir. ”

 

A quatro vezes campeã mundial, Carissa Moore (HAW), também teve um desempenho superior. Moore mostrou muito power surf no seu heat de abertura em Merewether, abrindo caminho para uma vitória precoce sobre Anderson e Sage Erickson (EUA).

 

Moore não foi a única detentora de múltiplos títulos mundiais a ter sucesso na Ronda 1 com Stephanie Gilmore (AUS) também a obter uma vitória sólida. A sete vezes campeã mundial parecia animada enquanto se mantinha ocupada durante todo o heat para superar Bronte Macaulay (AUS) e Johanne Defay (FRA) no heat 4 da Ronda 1.

 

 

Sally  Fitzgibbons.    Foto: WSL

 

Sally Fitzgibbons (AUS)  conquistou um total de 14,00 pontos, que incluiu uma pontuação quase excelente de 7,83 pontos (de 10 possíveis) para a sua vitória no heat. Tal como John John Florence, Fitzgibbons é conhecida pelo seu surf em ondas grandes, mas o seu desempenho ontem em ondas mais pequenas lembrou a todos o quão bem ela surfa nos dias menores.

 

“É tão bom estar de volta à competição e com uma multidão na praia, especialmente australiana ”, disse Fitzgibbons. “O primeiro heat é sempre emocionante e definitivamente tive muita energia para ele. A minha preparação foi boa e fiz um ótimo free surf antes. Eu tentei algumas manobras progressivas que não saíram muito bem, mas definitivamente tentarei mais no meu próximo heat. ”

 

A competição está agora em standby e tem nova chamada hoje às 21:30 (hora de Portugal).

 

Resultados da Ronda 1 Masculina do Rip Curl Newcastle Cup:

HEAT 1: Deivid Silva (BRA) 11.10 DEF. Kanoa Igarashi (JPN) 7.20, Conner Coffin (USA) 4.96

HEAT 2: Filipe Toledo (BRA) 11.00 DEF. Morgan Cibilic (AUS) 10.70, Jadson Andre (BRA) 9.30

HEAT 3: John John Florence (HAW) 14.56 DEF. Yago Dora (BRA) 12.73, Mikey Wright (AUS) 12.00

HEAT 4: Frederico Morais (PRT) 12.27 DEF. Jordy Smith (ZAF) 11.17, Matt Banting (AUS) 10.90

HEAT 5: Crosby Colapinto (USA) 10.74 DEF. Gabriel Medina (BRA) 10.27, Matthew McGillivray (ZAF) 8.16

HEAT 6: Italo Ferreira (BRA) 12.23 DEF. Jackson Baker (AUS) 11.50, Jack Robinson (AUS) 9.33

HEAT 7: Jeremy Flores (FRA) 11.84 DEF. Adrian Buchan (AUS) 11.67, Connor O'Leary (AUS) 8.53

HEAT 8: Peterson Crisanto (BRA) 10.84 DEF. Alex Ribeiro (BRA) 8.67, Owen Wright (AUS) 8.13

HEAT 9: Ethan Ewing (AUS) 11.77 DEF. Wade Carmichael (AUS) 10.60, Julian Wilson (AUS) 10.53

HEAT 10: Ryan Callinan (AUS) 15.26 DEF. Griffin Colapinto (USA) 12.50, Leonardo Fioravanti (ITA) 8.37

HEAT 11: Miguel Pupo (BRA) 10.50 DEF. Jack Freestone (AUS) 9.40, Michel Bourez (FRA) 7.77

HEAT 12: Caio Ibelli (BRA) 10.54 DEF. Seth Moniz (HAW) 8.86, Adriano de Souza (BRA) 8.84

 

Ronda Eliminatória (Ronda 2) Masculina:

HEAT 1: Owen Wright (AUS) vs. Adriano de Souza (BRA) vs. Matt Banting (AUS) 

HEAT 2: Julian Wilson (AUS) vs. Jack Robinson (AUS) vs. Mikey Wright (AUS) 

HEAT 3: Michel Bourez (FRA) vs. Matthew McGillivray (ZAF) vs. Connor O'Leary (AUS)

HEAT 4: Conner Coffin (USA) vs. Jadson Andre (BRA) vs. Leonardo Fioravanti (ITA)

 

Resultados da Ronda 1 Feminina do Rip Curl Newcastle Cup:

HEAT 1: Sally Fitzgibbons (AUS) 14.00 DEF. Nikki Van Dijk (AUS) 10.27, Macy Callaghan (AUS) 8.44

HEAT 2: Tyler Wright (AUS) 13.37 DEF. Lakey Peterson (USA) 10.50, Keely Andrew (AUS) 8.90

HEAT 3: Carissa Moore (HAW) 13.73 DEF. Philippa Anderson (AUS) 10.70, Sage Erickson (USA) 10.13

HEAT 4: Stephanie Gilmore (AUS) 13.50 DEF. Bronte Macaulay (AUS) 9.27, Johanne Defay (FRA) 8.56

HEAT 5: Caroline Marks (USA) 14.93 DEF. Courtney Conlogue (USA) 11.10, Brisa Hennessy (CRI) 10.10

HEAT 6: Isabella Nichols (AUS) 9.84 DEF. Tatiana Weston-Webb (BRA) 9.73, Malia Manuel (HAW) 8.14

 

Ronda Eliminatória (Ronda 2) Feminina:

HEAT 1: Malia Manuel (HAW) vs. Brisa Hennessy (CRI) vs. Keely Andrew (AUS) 

HEAT 2: Johanne Defay (FRA) vs. Sage Erickson (USA) vs. Macy Callaghan (AUS)

 

 


Perfil em destaque

Scroll To Top