Kim Mahbouli, morreu vitima de um ataque de tubarão touro na Ilha Reunião| Foto: Imaz Press Kim Mahbouli, morreu vitima de um ataque de tubarão touro na Ilha Reunião| Foto: Imaz Press

Itens relacionados

sábado, 11 maio 2019 08:16

SURFISTA DE 28 ANOS MORTO POR UM TUBARÃO TOURO

24º ataque de tubarão e o 11º fatal registado na Ilha Reunião(francesa) desde 2011..

 

A passada quinta feira dia 09 de Maio, por volta das 17h, Kim Mahbouli, 28 anos e praticante de surf morreu após ser atacado por tubarão em Saint-Leu, no surf spot de nome tortue.

Às 16h26, o centro regional de monitorização e resgate operacional da Ilha Reunião (CROSS) tinha sido alertado sobre um possível ataque de tubarão em Saint-Leu pelo centro operacional de bombeiros e resgate (CODIS). Estes organismos foram avisados por uma testemunha que informou sobre o desaparecimento de um surfista da superfície da água e que apenas sua prancha era visível da costa.

*A localização geográfica da Ilha Reunião



Apesar dos meios de salvação ativados de imediato incluindo equipa médica, 15 "gendarmes" e 3 policiais municipais não foi possível reanimar Kim que apresentava feridas profundas por todo o corpo.

Sendo a Ilha Reunião exposta ao risco de ataques de tubarão, está em vigor um decreto lei que proíbe as actividades marítimas, na faixa de 300 metros do litoral, excepto nas zonas supervisionadas definidas pelo governo regional. O respeito desta medida tem sido essencial para preservar a segurança dos utilizadores do mar e limitar os riscos de acidentes.

Nesta mesma quinta feira e segundo fontes oficiais, antes do ataque, o governo local tinha emitido um comunicado da parte da manhã pedindo cautela no mar, citando o risco de ataques de tubarão-touro devido à mudança da temperaturas da água.

A Ilha Reunião tem sido historicamente um destino popular para os surfistas. No entanto, nos últimos anos, também se tornou conhecido como um "hotspot" de ataques de tubarão, sendo que o surf é amplamente restrito.

Após o último incidente, o governo local disse que as medidas rigorosas continuam a ser necessárias para manter as pessoas seguras.

A passada quinta-feira foi marcada pelo 24º ataque de tubarão e o 11º fatal registado na ilha francesa desde 2011.

Perfil em destaque

Scroll To Top