Itens relacionados

segunda, 01 abril 2019 10:28

PEDRO COELHO E CAMILLA KEMP DESPEDEM-SE ORGULHOSAMENTE DO SENEGAL PRO

Terminou ontem, 31 de Março, o QS1.500 Senegal Pro, onde os surfistas portugueses Pedro Coelho e Camilla Kemp mostraram o seu bom nível de surf ao chegar aos quartos de final e semifinal, respectivamente.

 

Dos nove surfistas portugueses que participaram no primeiro evento da World Surf League (WSL) na África Ocidental, Pedro Coelho e Camila Kemp foram os que mais se destacaram.

A surfista portuguesa mostrou logo no primeiro dia do evento que estava no Senegal para ganhar, ao conseguir um dos melhores scores finais do dia.

Camilla passou ronda após ronda mostrando uma boa performance, mas acabou por ficar pela semifinal ao perder contra Nadia Erostarbe. A surfista do País Basco eliminou Camilla Kemp ao conseguir um score final de 13.85 pontos em 20 possíveis contra os 9.90 pontos alcançados pela surfista portuguesa.

Nadia Erostarbe mostrou-se imparável ganhando confortavelmente na final contra a surfista japonesa Emily Nishimoto.

 Já no circuito masculino, Pedro Coelho representou da melhor forma as cores lusas.

O surfista mostrou um excelente surf ao longo de toda a competição, conseguindo bons scores nos heats da ronda 2 e ronda 3 vendo a sua performance assegurar-lhe presença nos quartos de final.  

Mas a aguardada etapa mostrou-se amarga para o surfista de cascais que viu o seu score de 12.25 pontos em 20 possíveis empatar com o de Ian Fontaine, tendo o surfista Francês eliminado Pedro Coelho no desempate entre as duas melhores ondas ao conseguir um score de 6.40 pontos em 10 possíveis contra os 6.25 pontos do surfista português.

Ian Fontaine acabou por ser eliminado pelo seu conterrâneo Timothee Bisso na semifinal, tendo Timothee Bisso vencido o circuito masculino do Senegal Pro contra o surfista marroquino Aboubakar Bouaouda.

Numa entrevista à surftotal em 2018, Pedro Coelho disse-nos que para um surfista se dar bem nos QS lá fora precisa de ganhar experiência competitiva, perder bastante e, acima de tudo, ter confiança nos heats, e foi exatamente essa confiança que vimos no surfista português, que embora não tenha chegado à final, mostrou com a sua performance no Senegal Pro que o seu surf tem maturidade suficiente para tal.

 O próximo evento da Qualifying Series (QS) será o Pro Santa Cruz pres by Noah Surf House, onde os portugueses Vasco Ribeiro, Frederico Morais, Miguel Blanco, Tomas Fernandes, Pedro Coelho, Nic Von Rupp, Jacome Correia, Pedro Henrique, Ruben Gonzalez, Henrique Pyrrait, Eduardo Fernandes, Frederico Magalhães, Francisco Carrasco, Francisco Almeida, Gonçalo Vieira, Guilherme Fonseca, Guilherme Ribeiro, Diogo Martins, Miguel Matos, Tomás Ribeiro, Francisco Alves, Luizhalley Batista e Marlon lipke irão competir em casa, entre 8 a 13 de Abril.

Perfil em destaque

Scroll To Top