banner topf
Esteve afastado da competição, mas John John continua a ser o mais bem pago. Esteve afastado da competição, mas John John continua a ser o mais bem pago. Foto: Poullenot/WSL

Itens relacionados

sexta, 04 janeiro 2019 12:51

Conhece os mais bem pagos do mundo surf

Fica a conhecer os surfistas mais ricos do Planeta Terra… 

 

À imagem dos anos anteriores, a australiana Stab voltou a explorar o tema dos surfistas mais bem pagos do planeta na viragem para 2019. Algumas novidades há a acrescentar sobre as contas do ano passado. Por exemplo, na última contagem 10 surfistas auferiam mais de 1 milhão de dólares através de um único contrato, mas agora a lista emagreceu para apenas 5. Quanto a presenças femininas no top 10, também baixou de 2 para 1. Há novas entradas e saídas. Confere:

 

#10

Kai Lenny, 26 anos, Havai

Versatilidade, talento e atitude definem o waterman havaiano. Baixou uma posição relativamente ao ano passado, mas recebeu mais ou menos o mesmo em dinheiro. 

 

Patrocinadores: Hurley, Nike, Red Bull, Tag Heuer, GoPro e Vertra

Sponsors: USD$ 1.050.000

Prize money: USD$ 18.000

Total: USD$ 1.068.000

 

#9

Stephanie Gilmore, 30 anos, Austrália

A 7x campeã mundial baixou duas posições no ranking e é agora única mulher a figurar no top 10. Manteve mais ou menos os ganhos totais. 

 

Patrocinadores: Roxy, Sanitarium, Nikon, DHD, Audi e Breitling

Sponsors: USD$ 1.300.000

Prize money: USD$ 343.450

Total: USD$ 1.643.450

 

#8

Jordy Smith, 30 anos, África do Sul

O gigante sul-africano é o eterno candidato ao título, mas está difícil selar essa conquista na carreira. Baixou quatro posições no top e recebeu muito menos dinheiro (cerca de 1 milhão) relativamente à época anterior. 

 

Patrocinadores: O’Neill, Red Bull, Futures, Trace, Oakley, Vestal, Neff, Jeep e Brand Black

Sponsors: USD$ 1.530.000

Prize money: USD$ 200.200

Total: US$ 1.730.000

 

#7

Kanoa Igarashi, 21 anos, Califórnia

O americano, que compete na WSL agora sob a bandeira nipónica, é uma das novas entradas no top. É um dos jovens surfistas de maior sucesso e que mais aufere entre os novos talentos da indústria. 

 

Patrocinadores: Quiksilver, Red Bull, Oakley, Audi, Sharp Eye, Visa, Kinoshita Group e Dior

Sponsors: USD$ 1.600.000

Prize money: USD$ 259.950 (WQS + WCT)

Total: USD$ 1.857.950

 

#6

Kolohe Andino, 24 anos, Califórnia

O californiano manteve a posição do ano transato e continua a ser a aposta mais segura entre os Estados Unidos, mas recebeu um pouco menos (em 2017 passou a barreira dos 2 milhões). 

 

Patrocinadores: Hurley, Red Bull, FCS, Mayhem e Oakley

Sponsors: USD$ 1.785.000

Prize money: USD$ 160.200

Total: USD$ 1.945.200

 

#5

Filipe Toledo, 23 anos, Brasil

O primeiro surfista do top a receber mais de 2 milhões, aumentando o rendimento em cerca de 500 mil dólares relativamente a 2018. Subiu três posições na lista e é um dos mais empolgantes de observar. 

 

Patrocinadores: Hurley, Oi, Jeep, Sharp Eye, Stance, FCS, GoPro, Sunbum, Monster e Oakley

Sponsors: USD$ 2.184.000

Prize money: USD$ 388.000

Total: USD$ 2.572.000

 

#4

Julian Wilson, 31 anos, Austrália

Em 2018 subiu um lugar no top, foi pai e esteve na luta pelo título mundial até à derradeira etapa em Pipeline. O menino bonito da Austrália não desilude e tem sempre uma cartada na manga. Ainda assim, acabou por registar “apenas” cerca de mais 400 mil dólares à verba recebida na temporada anterior. 

 

Patrocinadores: Hurley, Red Bull, Sunbum, Mercedes, Oakley, JS Surfboards e FCS

Sponsors: USD$ 2.410.000

Prize money: USD$ 430.000

Total: USD$ 2.840.000

 

#3

Mick Fanning, 37 anos, Austrália

O australiano, detentor de três títulos mundiais, já não corre o World Tour mas continua a ser um dos mais bem pagos do planeta. Manteve a posição de top 3, mas baixou ligeiramente os rendimentos - em 2017 recebeu um pouco mais de 3 milhões de USD. 

 

Patrocinadores: Rip Curl, DHD, Creatures, Balter, Red Bull, Reef, Mercedes, Skull Candy, MF Softboards, FCS e Awayco

Sponsors: USD$ 2.850.000

Prize money: USD$ 69.700

Total: USD$ 2.919.700

 

#2

Gabriel Medina, 26 anos, Brasil

O brasileiro selou a segunda conquista no Championship Tour, com direito a festa, nas areias do North Shore de Oahu, Havai. Tem o maior número de seguidores, mas não é o mais bem pago e por esse motivo mantém o segundo lugar. Pelo segundo ano consecutivo, Gabriel Medina voltou a receber menos dinheiro - baixou de 4 milhões de dólares para 3.5m. 

 

Patrocinadores: Rip Curl, Oi, Coppertone, Cabianca, Guaraná, Audi, Orthopride e Corona

Sponsors: USD$ 3.050.000

Prize money: USD$ 473.200

Total: USD$ 3.523.200

 

#1

John John Florence, 26 anos, Havai

O havaiano foi afastado da luta pelo terceiro título mundial devido a lesão e, embora detenha um contrato milionário (que só termina em 2024), o maior de sempre alguma vez feito na indústria do surf, baixou os rendimentos em cerca de 300 mil dólares. Ainda assim, para que não haja dúvidas, é definitivamente o mais rico surfista do planeta, registando ganhos que ultrapassam a fasquia dos 5 milhões de dólares. 

 

Patrocinadores: Hurley, Stance, Futures, Nixon, Dakine, Pyzel, Electric e Yeti

Sponsors: USD$ 4.770.000

Bónus pelo segundo título mundial: USD$ 500 mil

Prize money: USD$ 59.200

Total: USD$ 5.329.200

Perfil em destaque

Scroll To Top