Josh Kerr numa imagem subaquática em Sultans. Josh Kerr numa imagem subaquática em Sultans. Foto: WSL/Sean Scott

Itens relacionados

sexta, 10 agosto 2018 08:56

Bis de Josh Kerr no troféu das Maldivas

Evento é de carácter especial e tem o selo da World Surf League… 

 

>> Notícia atualizada às 15:15.

 

O Four Seasons Maldives Surfing Champions Trophy já iniciou com o australiano Josh Kerr a levar a melhor na divisão “Single-fin”. Esta primeira fase da competição foi realizada em Sultans que proporcionou ondas de 4 a 6 pés. 

 

Na final, Josh Kerr superou C.J. Hobgood. Os dois antigos competidores do CT, trocaram ondas e fluíram em cima das suas retro boards, registando ambos notas bem sólidas. A um minuto do final era o campeão mundial de 2001 quem liderava, mas Kerr apanhou uma última onda que esfarrapou de uma ponta à outra - fazendo até um air reverse muito técnico. 

 

O evento conta ainda com as presenças de Alejo Muniz (Brasil), Fred Patacchia (Havai) e Abdulla “Fuku” Areef, um surfista local que recebeu um wildcard da organização para estar presente. Já o havaiano Bruce irons, supostamente também era para estar presente, mas acabou por perder um voo de ligação e foi obrigado a falhar à primeira prova. 

 

 

Hoje mesmo, segundo dia do evento, novamente em Sultans e com ondas muito similares às do dia inaugural, Josh Kerr manteve a toada vencedora e voltou a sair na frente, desta vez na categoria “Twin-fin”. O australiano limpou Alejo Muniz na final das duas quilhas, com um score de 17.26 e um 9.69 pelo meio, e é já o surfista mais bem posicionado para levar o troféu para casa. 

 

Falta ainda realizar a competição “Thurster” e daí sairão os nomes para a grande final (com os surfistas a escolherem o tipo de pranchas com que irão competir). Alejo Muniz e C.J. Hobgood lutam agora entre eles para poderem marcar presença nessa derradeira bateria. 

 

Perfil em destaque

  • Tomás Nunes Tomás Nunes

    Da zona oeste rumámos até à costa sul portuguesa em busca de um novo talento do surf… 

Scroll To Top