Itens relacionados

quarta-feira, 01 julho 2015 14:05

Dosco Jones: roupa interior portuguesa que promete 'arrumação'

Uma marca de roupa interior portuguesa que promete uma 'arrumação' mais eficaz.

 

 

Frederico e Guilherme Barreto são irmãos, e surfistas. Mas acima de tudo, são tipos com uma preocupação: o conforto. Característica essa que tem vindo a ser desprezada pelas marcas, em particular onde mais falta faz - na roupa interior, onde as 'jóias da família' andam, amiúde, mal tratadas e a precisar de embaraçosos 'aconchegos' ao longo do dia. Todos sabemos o que isto é, e foi para acabar com essa questão que os dois decidiram pôr mãos à obra e criar uma marca de roupa interior portuguesa a pensar no devido acomodamento do material, de nome Dosco Jones (ler em espanhol para perceber exatamento o significado). Frederico respondeu a algumas questões para a SurfTotal, sobre esta peça que se encontra numa fase de lançamento, com uma campanha de crowdfunding a decorrer neste preciso momento.

 

Do surf para a roupa interior?
Cada dia mais me ia apercebendo do quão incómoda era a roupa interior que usava, ou bem porque trepa, ou bem porque a fruta acaba em posições incómodas, ou bem porque acumula calor, e nenhuma marca que existia no mercado me resolvia estes problemas de conforto. Postos a pensar no que causava o desconforto perguntámos: se é suposto os tintins estarem separados do corpo, porque é que insistimos em colá-los às pernas, sobretudo com o tipo de calças que usamos e com o tipo de vida que levamos? A acrescentar a isto, um dia a minha mulher perguntou “porque é que os homens estão permanentemente a coçar a fruta em público? É tão feio!”. A partir daí a vida nunca mais foi a mesma. E assim nasceu o primeiro protótipo da Dosco Jones...


O que levou dois irmãos a construírem esta marca?
Juntámo-nos porque sofríamos do mesmo o problema e ambos acreditamos na solução encontrada! Logo de início vibrámos com a ideia e quisemos desenvolvê-la juntos! 


Porquê só agora?
De há três anos para cá que temos trabalhado neste projeto. Testamos uma série de protótipos diferentes e fomos aperfeiçoando o conceito até chegarmos aonde estamos hoje. Quisemos chegar ao mercado com um produto de qualidade superior, e para isso foi preciso tempo.


Há de facto um handycap nas marcas de roupa interior masculina?
Nos últimos 50 anos o mundo mudou radicalmente, em muitos sentidos e a moda foi um deles. No que diz respeito à roupa interior evoluímos dos brancos para cores e padrões e fomos reduzindo a quantidade de tecido. Mas tendo em conta que 70% dos homens se queixam de desconforto diário com a roupa interior e que 90% das mulheres consideram nojento ver os homens a “reajustar” os boxers achamos que valia a pena investigar. Por isso falamos com mais de 500 homens e mulheres para entender até que ponto era um problema generalizado, e se tantos homens se queixam do conforto e mulheres do ‘gesto’ de reajuste… Ficamos surpreendidos por ver que tantas pessoas partilham do problema e isso motivou-nos a avançar!


O crowdfunding, como corre? Porquê recorrer a esta forma de financiamento?
Nós escolhemos o crowd-funding com dois objetivos importantes: Testar a receptividade do mercado à solução inovadora e financiar a primeira série de produção em massa. Em 5 dias já conseguimos atingir 30% do nosso objetivo com o apoio de amigos e família, mas também de muitos desconhecidos que se identificam com o problema! Está a andar de vento em popa e ainda falta muita gente participar! É um desafio porque a roupa interior e os hábitos a ela associados ainda são um tema tabu.


Já é possível comprar? Imaginamos a quantidade de pessoas a querer um exemplar...
Corram a esta página do Kickstarter para serem dos primeiros do mundo a terem uns exemplares! Dão um ótimo presente de natal, por isso podem encomendar já para a época festiva e esquecer a dor de cabeça típica da altura.


O nome Dosco Jones, qual o significado?
O meu irmão estava a viver em Barcelona na altura, e mandou-me um e-mail a dizer “Já temos nome para a marca: Dosco Jones”. Na altura não percebi de imediato, mas quando ele me sugeriu ler em Espanhol percebi aonde queria chegar... Achamos adequado à marca e ficou! Há quem não chegue lá sem o empurrão, mas é muito divertido ver a cara de quem acabou de se aperceber.


Muito surf ultimamente? Também dá para usar dentro do fato? Ou isso será um novo produto?
O surf ultimamente tem sido empurrado para o fim-de-semana, infelizmente. As Dosco Jones podem ser usadas em todas as circunstâncias. Eu não dispenso o uso no dia-a-dia, em trabalho e também por exemplo no ginásio porque são excelentes para favorecer a circulação de ar e minimizar a transpiração, enquanto que ‘seguram’ tudo no sitio, mesmo por exemplo em corridas ou saltos. Temos em mente alargar em breve este conceito a outro tipo de roupa masculina, como por exemplo os calções de banho que são outra peça de roupa masculina onde as marcas tem ignorado os homens e o conforto que eles precisam na roupa que usam.


Perfil em destaque

Scroll To Top