Itens relacionados

sábado, 27 junho 2020 12:17

VAMOS RECORDAR A ETIQUETA NO SURF E AS REGRAS DE PRIORIDADE

Para os mais novos aprenderem, para os mais velhos recordarem. Para os menos conscientes interiorizarem.

 



Numa altura em que o número de praticantes de surf cresce exponêncialmente, volta à baila o conhecimento (ou falta dele) das regras básicas da chamada ‘etiqueta do surf’, decidimos relembrar algumas normas, que não estando propriamente escritas em documentos oficiais, são as que permitem uma sã convivência entre todos os que desfrutam do mar. Porque desde os mais inexperientes aos mais profissionais, todos as devem respeitar, afinal de contas, o mar não tem dono. Respeito gera respeito, compreensão gera compreensão, e a diversão é contagiante. Até porque, no final do dia, no mar procuramos isso mesmo: diversão, uma vida saudável, e deixar os problemas do dia a dia em terra. Aqui ficam algumas dicas para gerir com diplomacia um lineup.

 

- Estuda sempre o lineup antes de remares lá para fora. Se as condições estiverem além do que são as tuas capacidades, opta por outro local, ou por outro dia.

 

- Sempre que humanamente possível, rema à volta do pico e não pelo meio da rebentação ou pelo meio de quem vem a surfar as ondas. 

 

- Para os surfistas mais inexperientes, é importante que numa fase inicial se mantenham numa posição mais lateral relativamente ao crowd. Por maior ânsia que tenham em fazer umas ondas, é importante observar, aprender, e esperar por uma oportunidade para apanhar uma onda. Ela acabará por surgir. Com maior experiência e conhecimento, saberás apanhar mais e melhores ondas no futuro.


 

- Dentro da mesma lógica, os surfistas mais experientes não devem adoptar uma postura arrogante ou agressiva com os mais novos. É bom lembrar que já todos andaram a ‘apanhar papéis’ numa fase de aprendizagem. Pede-se compreensão e descontração - afinal de contas o título mundial não está em jogo cada vez que vais surfar.

 

- Se estiver eminente uma colisão entre alguém que vai remar, e um surfista que já vem em cima da prancha, mandam as regras que quem rema mantenha a direção ou siga rumo à espuma, cabendo ao surfista procurar fazer uma manobra defensiva.

 

- É importante não ser demasiado ‘guloso’ com as ondas.  Espera pela tua vez, e evita acima de tudo, ‘dar a voltinha’ no pico e dropinar. Jamais!

 

- Nunca abandones a tua prancha. Uma prancha à solta pode resultar em ferimentos graves. És responsável pela tua prancha. Tudo o que possa acontecer após a sua perda é da tua responsabilidade.


Salvo acordo prévio, aplica-se a regra: um surfista por onda, ou dois - se for um para a esquerda e outro para a direita.

 

- Se por acaso dropinares alguém, vais sempre a tempo para - de forma segura e imediata - abandonar a onda.

 

- Pede desculpa se dropinares, ou explica a um novato de forma firme, mas educada, de que forma errou nas regras básicas do surf. Partilha conhecimento, partilha ondas. Ajuda alguém que precisar. E finalmente: sê humilde, uma atitude arrogante dentro de água não vai fazer de ti melhor surfista, muito menos alguém respeitado. Apenas um gajo irritante.

Surf Rage : Kiwi vs Brazillian from GoSurf.co.nz on Vimeo.


 

Se por um lado a beleza deste desporto se prende com a liberdade e a ‘ausência’ de regras rígidas, com o aumento exponencial de praticantes no nosso país, importa salvaguardar uma conduta com normas que permitam que a anarquia não seja total. Em alguns locais, como a Califórnia, já é comum ver cartazes com algumas das regras a cumprir nas praias. Já houve também quem avançasse com a divulgação da ‘Etiqueta do Surf’ em Portugal, como a SurfTotal te contou, aqui


No fundo, e perante a subjetividade de algumas regras, deve sempre imperar o bom senso, e a educação.

 

 

 

ABAIXO NA IMAGEM PODES VER ILUSTRADAS AS REGRAS DA PRIORIDADE:

Perfil em destaque

Scroll To Top