Itens relacionados

quarta-feira, 23 abril 2014 06:51

MICK FANNING "TOCA O SINO" EM BELLS BEACH

A final foi entre os Australianos Taj Burrow e Mick Fanning.

 

A Havaiana Carissa Moore venceu a Australiana Tyler Wright na final feminina.

 

 

Foi um dia cheio de emoções fortes em Bells Beach, que terminou com a vitória de dois dos suspeitos do costume. Nos homens Mick Fanning venceu em Bells pela terceira vez na sua carreira, enquanto nas mulheres Carissa Moore repetiu a façanha do ano passado. Os atuais campeões do mundo masculino e feminino puxaram dos galões e mostraram que não vão ceder o ceptro de ânimo leve.

 



Nos homens o dia começou com a ronda 5 onde estavam em disputa as últimas vagas para os quartos de final. Adriano de Souza eliminou o compatriota Gabriel Medina e Kelly Slater deixou para trás Adam Melling no heat seguinte. O duelo entre Julian Wilson e Jordy Smith foi o grande destaque desta ronda, com Julian a seguir em frente com uma diferença de apenas 0.4 pontos! O australiano conseguiu um 9.13 a cinco minutos do fim, Jordy ficava a precisar de um 9.97 a escassos segundos do fim. Em modo ‘tudo ou nada’, Jordy destruiu um onda com manobras poderosas e precisas, com muita água pelo ar e um pequeno aéreo no final, que deixou toda a gente na expectativa, teria Jordy um 10? A resposta foi ’não’ e o sul africano não escondeu a insatisfação no final. Fica a dúvida se merecia a nota ou não, especialmente quando comparada a sua onda com o 9.13 de Julian. O tamanho da onda terá sido decisivo na opção dos juízes. No último duelo da ronda, foi a vez de Owen Wright deixar para trás Fred Patacchia, também por uma margem mínima.

 



Nos quartos de final, o vencedor da prova no ano passado, Adriano de Souza, entrou determinado contra o experiente Taj Burrow, mas o australiano não se deixou intimidar e escolheu as melhores ondas (e maiores) onde conseguiu turns de maior impacto, deixando o brasileiro pelo caminho.

 


No embate seguinte, esperava-se espetáculo de gala entre John John e Kelly Slater. Todavia o heat ficou marcado por notas medianas e por alguns erros de Kelly Slater, que permitiu assim a vitória de John John. No final, Kelly admitiu que “esteve pouco confiante ao longo de toda a prova” e admitiu ter falhado em manobras cruciais.

 


De seguida foi a vez de Julian Wilson derrotar Joel Parkinson, numa bateria com notas elevadas, a vitória pendeu para Julian, que continuou a combinar da melhor forma surf progressivo com manobras poderosas. Wilson voltou a pontuar na casa dos 9, e deixou Parko pelo caminho.

 


Finalmente, já com a maré a encher e menor qualidade de ondas, Mick Fanning acabou com o sonho de Owen Wright, ao fazer uma série de carves no último minuto que lhe valeram a vitória.

 


Taj Burrow e John John Florence disputaram a primeira meia final, com a prova a ser deslocada para a onda de Winkipop. Taj abriu as hostilidades com um 8.33, e apesar de uma boa resposta de John, a onda de backup do australiano seria decisiva na vitória.

 


A outra meia final entre Mick Fanning e Julian Wilson seria de alto nível, com Fanno a surgir em modo ‘máquina de guerra’ e a juntar um 8.77 com um 9.43. Acabava assim a prova para Julian, que ainda assim foi claramente um dos destaques em Bells Beach.

 


Na final, dois dos atletas mais experientes e consagrados do Tour, frente a frente. Mick Fanning e Taj Burrow, já sabiam qual o som do sino em Bells Beach. Com condições periclitantes, Taj começou por fazer uma série de notas baixas, enquanto Fanning aguardou friamente pela oportunidade de fazer estragos.  Com dois golpes cirúrgicos nas direitas de Winkipop, Mick conseguiu um par de ‘oitos’, que o deixaram na liderança.  A precisar de notas a roçar a perfeição, Taj ainda conseguiu uma onda quase perfeita, bem ao seu estilo, um 9.63. Todavia, até ao final do duelo, Fanning fez valer a prioridade que tinha e Taj já não conseguiria o backup que necessitava para dar a volta. Mick vence assim pela terceira vez o Rip Curl Pro Bells Beach.


 

A FINAL FEMININA

 

Nas mulheres a final seria uma reedição do ano passado. As amigas Carissa Moore e Tyler Wright tiveram mais um duelo, que começa a tornar-se um clássico, pese o facto de a balança pender claramente para Carissa Moore na contabilidade final.

 

A havaiana e a australiana começar com um empate técnico, com 7.50 pontos para cada uma. No entanto Carissa mostrou que continua um passo à frente da concorrência, e com uma sequência ddd carves poderosos, tomou a dianteira da final com um 8.73, para não mais a perder. Tyler, com a tenacidade que se lhe reconhece, deu tudo até ao fim, mas já não conseguiu o score que precisava. Carissa Moore garante assim a segunda vitória consecutiva em Bells e a liderança no ranking feminino.

 

Fica assim ordenado o Top 5 do ranking masculino:

1 - Gabriel Medina
2 - Joel Parkinson
3 - Mick Fanning
4 - Kelly Slater
5 - Taj Burrow

 

Top 5 Feminino:

1 - Carissa Moore
2 - Stephanie Gilmore
3 - Tyler Wright
4 - Sally Fitzgibbons
5 - Bianca Buitendag



 

Perfil em destaque

Scroll To Top