quarta-feira, 20 janeiro 2021 11:55

QUAIS AS PRINCIPAIS MARCAS REPRESENTADAS NO TOUR DA WORLD SURF LEAGUE EM 2021

Assim como o top 5 do ranking mundial masculino e feminino no palco principal do surf mundial...

 

 

O ano de 2020 foi um ano inesperado e complexo em que tanto as marcas como os surfistas de elite enfrentaram momentos únicos, mas o início do Championship Tour (CT) no Havai em dezembro veio trazer um novo fôlego à indústria, atletas e fãs que ansiavam por ver a elite mundial voltar a competir.

Mesmo com todos os contratempos, as etapa do Billabong Pipe Masters e do Maui Pro criaram alguns dos momentos mais entusiasmantes que assistimos no surf competitivo o ano passado e definiram o atual ranking masculino e feminino do CT, deixando orgulhosas as marcas que os atletas exibem nos noses das suas pranchas.

 

 

A Billabong, a Rip Curl e a Quiksilver são as marcas que têm mais team riders a exibir os seus stichers no nose das pranchas no Championship Tour.

Atualmente a Billabong  patrocina 9 atletas - Ítalo Ferreira, Jack Freestone, Griffin Colapinto, Ethan Ewing, Frederico Morais, Ryan Callinan,  Seth Moniz, Isabella Nichols e Macy Callaghan.

Por sua vez a Rip Curl patrocina 7 atletas - Gabriel Medina, Conner Coffin, Matthew McGillivray, Morgan Cibilic, Owen Wright, Tyler Wright e Brisa Hennessy.

Já a Quiksilver  patrocina 5 atletas - Kanoa Igarashi, Leonardo Fioravanti, Jeremy Flores, Connor O'Leary e Mikey Wright.

Para além das marcas australianas, a Hurley também marca presença com 3 atletas - Filipe Toledo, Adrian Buchan e Lakey Peterson, e a Red Bull com 2 atletas, Kolohe Andino e Carissa Moore, empatada com a Outerknown, que patrocina  Sage Erickson e Kelly Slater, e a Roxy, uma divisão da Quiksilver, que patrocina Stephanie Gilmore e Bronte Macaulay.

A Volcom tem 1 atleta, o australiano Jack Robinson, tal como a Body Glove, patrocinador de Tatiana Weston-Webb, a Florence Marine X, através do seu criador John John Florence, e a marca portuguesa Deeply, que patrocina a francesa Johanne Defay.

Outras marcas também presentes são a HD (Hawaiian Dreams), que patrocina Adriano de Souza, a Lulumon, que patrocina a havaiana Malia Manuel e a Almond Breeze, patrocinadora de Sally Fitzgibbons.

Alguns atletas de elite competem no tour sem patrocinador principal, mas o mesmo não acontece com o atual top 5 masculino e feminino do CT, que podes conhecer abaixo.

 

 RANKING MASCULINO:

 

 

JOHN JOHN FLORENCE

 

Em Janeiro de 2020 o bicampeão mundial de surf havaiano deu que falar ao terminar o maior contrato de surf de todos os tempos, um "bolo" no valor de US $ 30 milhões por oito anos com a marca Hurley, após a marca ter sido adquirida pela Bluestar Alliance.

Em Agosto de 2020, o atual líder do ranking do Championship Tour (CT) anunciou o lançamento  da sua marca a Florence Marine X, cujo sticker exibe orgulhosamente no nose da sua prancha.

 

 

 

GABRIEL MEDINA

O bicampeão mundial brasileiro, que ocupa atualmente o segundo lugar no ranking do CT, é um dos atletas patrocinados pela Rip Curl. Em dezembro de 2020 Medina estendeu o contrato com a marca australiana, que patrocina o surfista desde 2009.

 

 

 

ÍTALO FERREIRA

O atual campeão mundial de surf é o terceiro classificado no ranking do CT. O atleta brasileiro tem como  patrocinador principal a Billabong. A marca australiana assinou com o surfista pela primeira vez em 2016, após o atleta ter completado a sua primeira temporada no circuito mundial mostrando ao longo de todas as etapas uma performance impressionante.

 

 

 

KELLY SLATER

O quarto lugar do ranking do CT é atualmente ocupado pelo  11 x campeão mundial de surf , Kelly Slater. O surfista tem como patrocinador principal a sua própria marca, a Outerknown, uma marca de roupas apoiada pelo grupo francês de luxo Kering que lançou em 2015.

 

 

 

JORDY SMITH

O quinto lugar do ranking é ocupado por Jordy Smith. O sul africano é patrocinado pela O’neill. Jordy assinou com a marca Norte Americana pela primeira vez em 2007.

 

 

 RANKING FEMININO:
 

 

TYLER WRIGHT

Tyler Wright é a actual lider do ranking mundial WWT.

No passado mês de dezembro a surfista australiana Tyler Wright fez história ao vencer a 1ª final de sempre de um evento do CT em Pipeline. Para além de usar orgulhosamente uma licra atualizada a exibir a bandeira do Orgulho do Progresso, a bicampeã mundial de 26 anos de idade, que ocupa agora o segundo lugar do ranking, usa no nose da sua prancha o sticker da Rip Curl. A surfista tem um longo relacionamento com a marca que em 2020 renovou o contrato com a atleta continuando os seus 17 anos de relacionamento.

 

CARISSA MOORE

A surfista havaiana Carissa Moore é atualmente a Campeão Mundial em título.

A 4x campeã mundial de surf tem como patrocinador principal a Red Bull, marca que domina o nose das suas pranchas.

Em fevereiro de 2020, Carissa Moore também foi uma das atletas que voltou a ter como patrocinador a marca Hurley, marca que em 2019 desinvestiu em vários surfistas de luxo após ter sido adquirida pela Bluestar Alliance.

 

 

 

 

TATIANA WESTON-WEBB

A surfista brasileira Tatiana Weston-Webb também deixou o seu nome na história do surf juntamente com Tyler Wright, Carissa Moore, Sally Fitzgibbons e Sage Erickson ao competir em dezembro em Pipeline. A atleta residente no Havai, que ocupa o terceiro lugar no ranking do CT,  de certo deixou orgulhoso o seu patrocinador de longa data, a marca Body Glove.

 

 

 

STEPHANIE GILMORE

A 7x campeã mundial de surf é a atleta feminina há mais anos a competir no circuito mundial de surf. No início da sua carreira a surfista australiana começou por exibir o sticker da Rip Curl, mas em 2011 assinou contrato com a Quiksilver, que pretendia chegar a um público feminino. Em 2013 a Roxy, uma divisão da Quiksilver, “herdou” a campeã do mundo como sua team rider após a Quiksilver Women e a Quiksilver Girls ter acabado, e até ao momento a carismática surfista continua a exibir o sticker da marca no nose da sua prancha.

 

 

 

SALLY FITZGIBBONS

Em 2015 Sally Fitzgibbons iniciou o ano sem patrocinador principal após ter terminado a sua relação com a Roxy. Mesmo sem patrocinador principal, a surfista australiana, que ocupa o quinto lugar no ranking feminino do CT, manteve-se como uma das surfistas mais bem pagas do mundo, graças aos seus restantes patrocínios.

Em 2018 a atleta ganhou um novo patrocinador, que ainda mantém, quando a Almond Breeze apostou em investir na surfista como embaixatriz da marca.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top