Itens relacionados

quinta, 13 setembro 2018 18:22

POLICIA MARíTIMA EXPULSA E MULTA SURFISTAS EM SÃO JOÃO DA CAPARICA

Surfistas foram multados e as suas pranchas apreendidas. Tudo aconteceu hoje quando alguns banhistas se queixaram e a policia marítima interviu.

Situação insólita aconteceu durante o dia de hoje na Praia de São João da Caparica na Costa da Caparica já da parte da tarde pelas 17:00 horas, quando a maré já se encontrava próxima da enchente.

Ian Costa que se encontrava na água relatou, "a policia marítima chegou e mandou toda a gente que estava a surfar sair da água. Multaram-nos e apreenderam-nos as pranchas. Uma semana sem as pranchas"

Segundo a Surftotal apurou os banhistas que frequentam a praia de São João na Costa da Caparica, são conhecidos por já terem conseguido em épocas balneares anteriores mudar algumas regras da praia, nomeadamente a localização das aulas de surf e as zonas de banhos.

Também o surfista profissional Pedro Coelho relatou à Surftotal o que se passou:

Estávamos a surfar no único pico onde quebravam ondas em toda a extensão da praia. Quando nos apercebemos os nadadores salvadores tinham mudado a zona de banhos precisamente para a frente onde quebravam as ondas. Nessa altura os nadadores começaram a acenar e a apitar para que nós fossemos mais para a esquerda, e nós fomos obedecendo mas um pouco confusos pelo que se estava a passar, e entretanto apareceu a policia"... "A policia foi esperando que todos os surfistas saíssem um a um e no final pediu para que nos juntássemos todos pois queriam falar connosco. Explicaram entretanto que não se podia surfar ali, que era proibido, que os nadadores salvadores nos tinham avisado e falaram que por isso nos iam multar e apreender as pranchas e por isso tínhamos de ir buscar a identificação"... "Todo este cenário onde se encontravam miúdos de 09 e 10 anos de idade também a surfar, o que causou algum desconforto e mesmo intervenção de alguns pais que ali se encontravam com os respetivos filhos"..."Quando tentamos explicar à policia que os Nadadores Salvadores nos tinham pedido para ir mais para a esquerda, os próprios nadadores negaram tal situação... bom foi uma vergonha o que ali se passou".

Quanto ao valor das multas, essas segundo testemunhos, rondaram os 100 € por cada surfista cujas pranchas foram apreendidas.

Segundo Ian os surfistas encontravam-se muito próximos das pessoas e a zona era da concessão, e segundo a lei o surf não é permitido.

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top