quarta-feira, 07 abril 2021 15:49

Redes de pesca são um perigo para os surfistas de Ílhavo

A Polícia Marítima de Aveiro tem vindo a intervir nesta situação recorrente

É na Praia da Barra, em Ílhavo, no distrito de Aveiro, que praticantes de surf e kitesurf têm vindo a ser surpreendidos, com alguma regularidade, por redes de emalhar (um tipo de rede de pesca) na zona da praia. 

Numa praia também utilizada por escolas de surf e banhistas (que correm para a água e mergulham), é importante prevenir todo o tipo de acidentes. As âncoras que sustentam as redes estão pousadas em zonas onde há pé, estando os pescadores estão a desrespeitar a lei que obriga à colocação das redes para fora de 1/4 de milha de distância à linha da costa.

São vários os praticantes de desportos aquáticos nesta praia e não é difícil encontrar relatos de surfistas que ficaram com a prancha presa nas redes, alguns deles na zona da rebentação, o que torna muito difícil libertarem-se.

A temer pela ocorrência de um acidente grave, pelos perigos que estas redes podem acarretar, os surfistas lançaram o alerta, motivando a intervenção da Polícia Marítima, que já contabilizou várias fiscalizações.

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top