TRAVELER DESTACA PORTUGAL E AS SUAS ONDAS DE SONHO Rita Neves

Itens relacionados

quinta-feira, 20 fevereiro 2014 17:15

TRAVELER DESTACA PORTUGAL E AS SUAS ONDAS DE SONHO

Nazaré, Ericeira, Peniche, Costa Vicentina, Madeira e Açores. Nenhuma escapou!

 

É mais uma revista estrangeira a reconhecer o valor de Portugal. Desta vez naquela que é considerada a mais prestigiada revista de viagens do mundo. A Condé Nast Traveler espanhola não se esquece do país vizinho, e por isso mesmo elege como “lugar de sonho” cada um dos spots que dá a conhecer aos seus leitores num artigo publicado ontem.

 

“É assim o mapa de Portugal para um surfista, que tem ao longo de 800 quilómetros de costa (mais as ilhas) um verdadeiro parque de diversões cheio de loops, montanhas-russas e carrosséis vertiginosas que nos dão a volta ao coração. De norte a sul. Selecionámos os melhores lugares”, lê-se no artigo “Surf em Portugal: Deixa-te levar pela corrente”.

 

Desde a Nazaré à Costa Vicentina, passando pela Ericeira, Peniche e Madeira e Açores, nenhum dos spots de sonho da nossa costa são esquecidos.

 

Sobre a Ericeira lê-se que está bem situada, “a dois passos de Sintra e Lisboa”, que vive de um povo de pescadores cheios de encanto, e que é já reserva mundial de surf. O artigo sugere como paragens obrigatórias a Praia do Coxos ou Ribeira d’Ilhas. E já que estamos por lá, por que não dar um salto a Santa Cruz? A sugestão de estadia para estes dias é o resort Ericeira Sound, com bungalows eco friendly.

 

De Peniche, destaca-se o povo pescador, e o facto de, em poucos quilómetros, encontrares mais de uma dezena de lugares para surfar, independentemente do teu nível de surf. A autora do artigo, Arantxa Neyra, enumera a Consolação e Super Tubos e, claro, recorda que por lá se realiza uma das etapas do WTC. E mais: aconselha que se vejam os barcos a descarregar o peixe, e a provar sardinhas ou lagosta no restaurante Nau dos Corvos, enquanto se olha para o mar.  

 

Quanto à Nazaré, a autora do artigo recorda que por lá se encontra, em grande parte do ano, o havaiano Garrett McNamara e que foi por lá que surfou a maior onda do mundo. E claro, que a Praia do Norte e os seus swell épicos são também motivo de alerta! Paragem obrigatória!

 

Seguimos para sul. A Costa Vicentina é “dos litorais mais bem conservados da Europa”, lê-se. Tem mais de 20 spots de primeira categoria para a prática do surf. Praias com pouco crowd e destinos incríveis. Arrifana, Carrapateira ou a Praia do Amado “para dar os ‘primeros passos’ no surf”, são as sugestões. Ah, claro, nunca esquecendo Sagres, a típica vila de surfistas, onde encontras animação para depois do surf. "E por que não um pouco de yoga de um dos pacotes disponíveis no hotel Memmo Baleeira?", sugere a revista.

 

Não esquecendo as ilhas, o artigo destaca, na Madeira, o gigante e poderoso Jardim do Mar. Nos Açores, em São Jorge e São Miguel, encontras “talvez o segredo mais bem guardado dos surfistas portugueses”, conclui o texto.

Perfil em destaque

Scroll To Top