Uma das recentes sessões em Mavericks esteve simplesmente gigante. Uma das recentes sessões em Mavericks esteve simplesmente gigante. Foto: Pedro Bala - Instagram.com/pedrobalaphotography

Itens relacionados

quarta, 24 janeiro 2018 12:11

Dois portugueses à conquista das gigantes de Mavericks

João de Macedo e Nic von Rupp destacam-se no Oceano Pacífico… 

 

Neste mês de janeiro o Mavericks Challenge, em Half Moon Bay, Califórnia, evento que faz parte do Big Wave Tour da WSL, teve quase para arrancar. 

 

Na mesma altura em que tinham lugar várias sessões pela Praia do Norte, a prova norte-americana esteve em alerta amarelo e fez com que o charger português João de Macedo e outros big wave riders internacionais embarcassem para os Estados Unidos na esperança de ver a competição ter lugar. 

 

- João de Macedo. Foto: Pedro Bala

 

Entretanto, a previsão de ondas abrandou e a direção do vento também ficou desfavorável, tendo Mike Parsons, o Comissário do Big Wave Tour, colocado a prova “em espera”. No entanto, o que não tem faltado por Mavs são sessões de ondas bem grandes. 

 

"Incrível estar de volta a Mavericks esta semana numa 9’2" mágica do Rabbit (Carlos Jorge), a treinar para o Mundial, mas que loucura querermos estar em dois sítios ao mesmo tempo! Grandes parabéns às equipas na Nazaré e ao pessoal que hoje voltou a Mavericks para ver o dragão a bombar, embora os ventos estivessem desfavoráveis”, escreveu o português no Facebook na passada sexta-feira. 

 

 

Entretanto, a Macedo juntou-se Nic von Rupp, que também já testou a força da gigante californiana, inclusive numa das ondulações que se chegou a dizer ter sido a maior desde 2001. Dentro de dias, von Rupp deve seguir para o Havai para competir no Volcom Pipe Pro (QS3,000) onde também constam Miguel Blanco e Jácome Correia. Já Macedo mantém-se pela Califórnia, a aguardar luz verde para o Mavericks Challenge...

 

- Nic von Rupp. Foto: Todd Turner

 

Nestes últimos dias, uma das ondas que não passou despercebida na baía de Half Moon foi uma das que foi corrida por Lucas Chumbinho (ver vídeo em baixo). O charger brasileiro, de 22 anos, não tem parado nestas últimas semanas. Depois de cruzar a Praia do Norte e Jaws (Maui), por várias vezes, Chumbinho rumou à Califórnia para desafiar mais um reconhecido spot de ondas grandes. Parece que não se deu nada mal... 

 

 

--

>> Segue-nos no Facebook & Instagram <<

Perfil em destaque

Scroll To Top