Frederico Morais representa o expoente máximo do Surf Português Frederico Morais representa o expoente máximo do Surf Português WSL / Damien Poullenot

Itens relacionados

quarta, 20 fevereiro 2019 17:47

O surfista e a comunicação - Imagens de manobras ou manobras da imagem

A internet e amplificação das redes sociais deu aos surfistas um poder de promoção tão grande que a maior parte deles acaba por recorrer a agências de comunicação para gestão pública da sua imagem.

Já ouvimos, repetidamente, muitos surfistas profissionais dizerem que o surf hoje em dia é uma modalidade de alta competição como qualquer outra, para explicarem o quanto são absorvidos diariamente pelo treino. Também já ouvimos muitas vezes, principalmente durante os grandes campeonatos em Portugal, em discursos de políticos e de gestores de gigantes grupos empresariais que o surf é estratégico em termos económicos (para desenvolvimento do turismo do país e também como conceito de vida a que muitas marcas - fora da indústria do surf - se querem associar). Pegando nestes dois lados é fácil de desembrulhar a conclusão: há investimento a ser feito em surfistas com grande projecção no público e os surfistas precisam de se promover para continuarem a captar apoios mas não têm tempo para se dedicar a esta tarefa. É aqui que entram as agências de comunicação.

A imagem dos surfistas nas mãos e na cabeça das agências de comunicação:

Os surfistas com mais recursos trabalham a gestão da sua imagem com profissionais de comunicação. O que dizem, como o dizem e principalmente como e onde aparecem nem sempre depende deles próprios mas sim de uma estratégia de comunicação montada para trazer benefícios de imagem e financeiros (aos próprios e às marcas que os apoiam). Claro que nem tudo o que publicam nas redes socias é fabricado pelas agências de comunicação, eles próprios também têm iniciativa para dar um cunho pessoal (embora o façam de forma "vigiada"), o que acaba por fazer parte da estratégia. Mas na grande maioria das vezes são as agências ou os "managers" que garantem esta tarefa do dia a dia de um surfista profissional. Primeiro porque as exigências competitivas levam o surfista ter de estar 100% focado no treino. E depois porque a partir de determinado nível de exposição e notoriedade públicas a gestão da imagem ganha tanta importância que é mais seguro recorrer a profissionais da comunicação.

 

*A armada portuguesa - Click por Pedro Mestre

 

Se fizermos do Instagram um barómetro para medir a popularidade e consequente exposição pública dos maiores representantes do surf português hoje em dia chegamos ao seguinte ranking:

1º @fredericomoraiis - 101 mil seguidores

2º @nicvonrupp - 73,8 mil seguidores

3º @tiagosacapires - 34,7 mil seguidores

4º @vascoribeiro - 28,1 mil seguidores

5º @_miguelblanco_ - 14,3 mil seguidores

Nem precisamos de bisbilhotar muito as contas deste top 5 para percebermos que só Tiago Pires ("Saca") gere as suas redes sociais como qualquer outro utilizador "anónimo" do instagram, sem auxílio de nenhuma empresa de comunicação, até porque já abandonou a competição (embora seja uma das personalidades mais mediáticas da modalidade e uma referência) e a experiência que ganhou permite-lhe gerir a sua imagem e a dos projectos em que continua envolvido com sensibilidade e bom senso.

*Como qualquer adepto a registar o encontro com um ídolo: Saca com o ex-futebolista Luisão / instagram @tiagosacapires

De resto, todos os outros - que estão no activo e envolvidos pelo grande turbilhão da exigência competitiva - têm uma comunicação profissional. Basta repararmos nas fotografias que publicam, são quase todas tiradas por fotógrafos com créditos referidos em cada pubilicação.

 

Frederico Morais convidado do "Programa da Cristina" na SIC - momento partilhado pelo próprio no instagram / imagem SIC

O expoente máximo do nosso surf é, actualmente, Frederico Morais e isso traz uma exigência e uma exposição pública que o levam a ter à sua volta uma estrutura (não só de comunicação) que lhe permita dedicar-se ao que é fundamental: o surf, propriamente dito. Há já alguns anos que "Kikas" tem agente de comunicação, que lhe facilita as relações públicas, que ajuda na promoção e na relação com os patrocínios, que orienta o discurso e as mensagens a passar, que faz a ponte entre ele e os orgão de comunicação, que contribui fortemente na gestão das redes sociais, etc..

Kikas numa das muitas entrevistas que deu quando eliminou Mick Fanning em 2015 na etapa WSL de Peniche / WSL

Esta tendência é seguida por todos os outros surfistas (excepto o "Saca") que estão neste ranking, talvez num nível não tão grande, mas de forma constante. Mais que não seja porque cada um deles tem patrocinadores que exigem ser promovidos ao longo da época. Mas também porque cada um deles depende da exposição que tem para angariar apoios que lhe permitem dedicar-se ao treino e à obtenção de resultados em competições por todo o Mundo.

Nic Von Rupp dedicado ao surf de ondas grandes / Carlos Pinto

 

Exemplos de cima

O bi-campeão do Mundo, o brasileiro Gabriel Medina é um dos muitos surfistas de top mundial que recorre a agentes de comunicação. É agenciado pela mesma empresa que gere a imagem do futebolista Neymar e esta "coincidência" contribui muito para que os 2 apareçam juntos ao longo do ano, várias vezes, em diversos contextos como no passado mês de Outubro em Peniche durante a etapa portuguesa do WSL. O que não invalida que esta sinergia de projecção de imagem tenha, realmente, levado à criação de uma amizade entre os dois.

Medina e Neymar durante o "Meo Rip Curl Pro Portugal 2018" / WSL

 

À imagem das marcas

Em alguns casos são as marcas que dominam a imagem dos surfistas e os surfistas colam-se à imagem das marcas. A Red Bull e Jamie O'Brien ("JOB") representam, no surf, o expoente máximo desta relação. A marca faz parte da impressão digital que o havaiano deixa em tudo o que torna público. É uma relação que vai além da presença nas redes sociais. "Who is JOB" é o título de uma saga de vídeos produzidos pela máquina de comunicação desta bebida energética em que o surfista havaiano é protagonista em diversas aventuras que mostram, acima de tudo, irreverência (um dos valores mais associados a este tipo de produtos). Para os que estão a achar que estas ligações podem tornar tudo mais chato aqui fica o episódio da participação de Jamie O'Brien no Volcom Pipe Pro nem há 1 mês:

 


Perfil em destaque

Scroll To Top