sábado, 19 julho 2014 17:44

TOMÁS FERNANDES E TERESA BONVALOT SÃO CAMPEÕES NACIONAIS

Tomás e Camilla Kemp venceram a etapa Projunior em Santa Cruz

 



Os campeões nacionais do Projunior, competição destinada aos surfistas de até 20 anos, foram hoje decididos no Ocean Spirit em Santa Cruz. Disputavam-se não só os títulos da etapa e os 2.000€ de premiação monetária, assim como também os tão ambicionados lugares de campeões Projunior deste ano. 

 

 

 

Na categoria feminina, a competição decorreu de forma regular com as três surfistas que têm-se assumido como líderes do Surf nacional a disputarem a vitória da etapa com forte competitividade. Destaque-se a presença de Carol Henrique, irmã do surfista ex-WCT Pedro Henrique, que competiu no Projunior pela primeira vez e termina num honroso 4º lugar. Por sua vez, Teresa Bonvalot foi-se aproximando da vitória ao longo da final mas, numa fase mais decisiva, sensivelmente a 3 minutos do fim, Carina Duarte e Camilla Kemp fizeram ondas de 5,25 e 6,50 pontos, respectivamente. Com esta troca de notas, Camilla vence a etapa (10,50 pontos) deixando Carina no 2º posto (9,75 pontos) e Teresa no 3º (9,50 pontos), definido-se assim, esta última, como Campeã Nacional Projunior 2014. 

 

 

 

Camilla Kemp afirmou que “finalmente consegui mostrar o meu Surf! O trabalho que tenho vindo a desenvolver com o meu treinador, Miguel Graça, está a dar frutos. Ambicionava ser campeã nacional Projunior mas o mau resultado na primeira etapa em Espinho deixou-me sem pressão aqui em Santa Cruz e isso foi determinante para conseguir vencer a etapa”. Por seu turno, a jovem surfista de Cascais e de apenas 14 anos, Teresa Bonvalot, comentou que “estou muito contente apesar desta prova não ter corrido como pretendia. Contudo, concretizei um dos meus objectivos estabelecidos para este ano. 

 

Este é o meu primeiro título nacional e espero que me abra boas perspectivas para o futuro. Parabéns à Camilla por ter vencido e também às restantes atletas que surfaram muito bem.” 

 

 

 

Na competição masculina, a presença de Vasco Ribeiro, Campeão Nacional em 2011 e 2012, complicava o quadro de competição à partida. Houve alguns nomes que se apresentaram bastante fortes em Santa Cruz como Vasco Mónica, Francisco Duarte e João Moreira, todos surfistas ainda a correrem o circuito de esperanças e que chegaram às meias-finais. 

 

Miguel Blanco era o líder à partida mas numa bateria muito fechada contra Vasco Ribeiro, João Moreira e Tomás Fernandes também nas meias finais afastou-o da final e assim deixou-o a depender de terceiros para se sagrar campeão nacional Projunior. Pela positiva assinale-se também a presença de Guilherme Fonseca, de Peniche, que repete uma prestação de 2012, terminando esta prova em 4º lugar. 

 

 

 

A luta pelo título estava bastante aberta. O ausente da final, Miguel Blanco, fazia contas e estava atento ao que Vasco Ribeiro fazia por si. Por sua vez, João Kopke e Tomás Fernandes lutavam por resolverem entre eles a questão do título. 

 


Assim que começou a final, o surfista da Ericeira, Tomás Fernandes abriu forte e cheio de ritmo mas muitas ondas estavam por ser surfadas, sendo que a meio da bateria, ele e Vasco fazem ambos uma onda na casa dos 7 pontos e deixam pressão do lado de Kopke que esforçava-se por apresentar um surf progressivo com manobras aéreas mas não conseguiu inserir um score acima dos 5,40 pontos. Vasco ainda ensaiou uma vitória na etapa com uma segunda onda de 5,95 pontos mas prontamente recebeu uma resposta forte do Tomás que, com um Surf muito assertivo insere um backup de 6,40 pontos, perfazendo assim a sua pontuação final de 13,40 contra os 12,95 pontos de Vasco. Os minutos finais foram pautados por uma gestão da bateria em que Tomás complicou a vida de Vasco na procura de outra onda para inverter a situação a seu favor. 

 

 

 

O surfista da Ericeira, Tomás Fernandes, ficou naturalmente muito feliz com o resultado tendo comentado que “estou super contente! Ganhei aqui em Santa Cruz e, mesmo com uma competitividade muito cerrada, levo o título nacional Projunior para casa. Acima de tudo, é um marco importante por ser a minha primeira vitória num circuito profissional.” Sobre o futuro próximo, Tomás acrescentou ainda que “vou agora com uma confiança renovada para os Projuniores Europeus que se avizinham”. 

 

 

 

Em nome da organização, Marcelo Martins indicou que “é sempre bom voltar ao Ocean Spirit, festival já com forte projecção e muita tradição nos desportos de ondas aqui em Santa Cruz. Esperamos voltar para o ano novamente com o melhor nível do Surf Nacional.” Francisco Rodrigues referiu que “estamos muito contentes com o resultado desportivo do Projunior 2014. Vários nomes a vencer, muitas ondas bem surfadas e certamente um bom treino para todos os nossos surfistas juniores. Parabéns aos campeões nacionais Teresa Bonvalot e Tomás Fernandes”, termina o Presidente da Associação Nacional de Surfistas. 

 

 

Fotos: Rui Oliveira

Scroll To Top