Itens relacionados

quinta, 14 janeiro 2016 11:48

HENRIQUE AMORIM

"Quando tinha 14 anos, o meu irmão inscreveu-me juntamente com ele num campo de férias de surf (TMN Saca Tour) ao qual acabei por ir contrariado, no entanto, a partir do momento que consegui fazer o stand up tudo mudou e viciei-me neste desporto como nunca me tinha acontecido em nenhum outro."



Nome, idade, local?
Henrique Amorim, 18 anos, Espinho.


Estudos\Profissão, Anos de surf?
Frequento o 1º ano da faculdade da Universidade Nova de Lisboa no curso de Economia. Faço surf desde os 14 anos.


Quiver?
5'6 - 19 - 2 1/8 (P-Unit Surfboards); 5'8 - 18 - 2 (P-Unit Surfboards)


Quando e porquê escolheste praticar surf?
Quando tinha 14 anos, o meu irmão inscreveu-me juntamente com ele num campo de férias de surf (TMN Saca Tour) ao qual acabei por ir contrariado, no entanto, a partir do momento que consegui fazer o stand up tudo mudou e viciei-me neste desporto como nunca me tinha acontecido em nenhum outro.


Pico preferido?
Pico do casino de Espinho (para os locais, a baía dos porcos).


Última surfada memorável que tenhas feito?
Fez em Dezembro um ano que eu juntamente com um grande amigo meu (Miguel Freitas) demos uma surfada matinal em Espinho com o mar completamente glass num dia de sol espetacular e as ondas estavam perfeitas. Não havia crowd nenhum e por isso era tudo nosso! Poucas vezes apanhei um mar tão perfeito sem crowd nenhum.


Maior susto?
No Inverno passado num dia clássico na Praia dos Pescadores, em Espinho, com ondas a rondar os 2 metros, entrei pelo lado contrário do esporão. Quando estava a ir para o outside para dar a volta ao esporão entrou uma vaga de três ondas animais que partiram mesmo em cima de mim. Quando isso aconteceu, nunca mais conseguia chegar à superfície entrei em pânico e mal passaram essas três ondas, remei tanto para o outside que fiquei em cima duma rede de pesca que também me assustou bastante. Felizmente consegui sair de lá e ir para o pico surfar, mas o meu coração estava a mil!


Última viagem de sonho?
Ainda não viajei para nenhum destino de surf de sonho que não Portugal e Espanha. Em princípio irei às Maldivas no verão que vem.


Competição ou freesurf?
Competição. Gosto de fazer freesurf para treinar manobras novas mas sempre com o objetivo de um dia aplicar essas manobras em competição. Para além disso, sinto que na competição tenho objetivos muito mais definidos e dá-me imensa pica para os alcançar.


Como está o surf actualmente?
Em Portugal, está com um nível incrível, mas no resto do mundo ainda mais! Basta olhar para os circuitos mundiais de qualificação (WQS) ou mesmo para os circuitos juniores (europeu, mundial, etc...) onde se veem heats de alta performance.


Quem é a tua grande inspiração (nacional e internacional)?
Nacional é o Vasco Ribeiro pelo surf de alta qualidade técnica que tem e por todo o percurso que teve até agora, como ter sido no ano passado campeão nacional, europeu e mundial júnior, campeão nacional e este ano ter tido aquele excelente resultado que teve no mundial em Peniche. Internacional é sem dúvida o Gabriel Medina não só pelo surf que tem, que se adapta a praticamente todas as condições, como também por depois de ter tido um início do World Tour de 2015 que não foi a seu favor, ter conseguido superar esse azar a meio da época e estar na disputa para o título até à última etapa.


Mensagem a deixar?
Acho que mais pessoas deviam de experimentar surf não apenas no verão como um passatempo mas experimentá-lo como um desporto de verdade que é o que é. Mais do que exercício físico ou um simples passatempo, o surf é um desporto como não há nenhum outro para a saúde mental e também para a física. Fico também muito contente que existam cada vez mais marcas portuguesas no mercado do surf com alta qualidade têxtil e de design como a recente marca Trendout que tem investido, confiado e apoiado atletas como eu. Um especial agradecimento ao Romeu Cristóvão que é quem está à frente desta promissora marca. Também quero agradecer à Prozis por me dar suplementos proteicos para melhorar a minha performence de atleta. 

Aqui ficam ambos os sites para consulta dos respetivos produtos:

http://trendout.pt/

www.prozis.com


Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top