Matias Canhoto Matias Canhoto WSL/ Laurent Masurel
terça-feira, 31 agosto 2021 07:49

"Tranquilo e confiante" - conversámos com Matias Canhoto, o jovem surfista que impressionou em Anglet

O surfista de 13 anos esteve em destaque no Rip Curl Pro Anglet.

 

O Rip Curl Pro Anglet, que devia ter acontecido entre 24 e 29 de Agosto, na França, acabou por ser cancelado antes do tempo devido à falta de ondas. No entanto, não deixámos de ser surpreendidos pelo desempenho do jovem Matias Canhoto. O surfista de Peniche, de apenas 13 anos, soube aproveitar o tempo que esteve na água, e chegou até ao Round de 64. Teria entrado num heat contra Kauli Vaast (França), Lucas Silveira (Brasil) e Iker Amatriain (Espanha), se a competição tivesse avançado.

A Surftotal achou por bem conversar um pouco com Matias para saber como o atleta se sentiu na sua estreia em um WQS.

 

WSL/Laurent Masurel

 

 

Olá, Matias! Em primeiro lugar, parabéns pela tua prestação no Rip Curl Pro Anglet. Como te estavas a sentir durante os heats? Qual foi o heat mais complicado?

No primeiro heat estava bastante nervoso porque era o meu primeiro WQS, mas sempre tranquilo. No segundo heat estava super contente de ter passado e já estava sem pressão, mas é claro que tinha sempre aquele nervosinho na barriga.

O heat mais complicado foi o primeiro porque estava na altura de transição do inside lá para fora então foi complicado.

 

 

"Estava confiante, mas com a noção do difícil que era..."

 

 

Qual é para ti a diferença entre competir em casa e competir num QS lá fora?

É desafiante, mas dá para ter uma visão do meu nível de surf.

 

Ias entrar no primeiro heat do Round de 64. Estavas confiante?

Estava confiante, mas com a noção do difícil que era, com o Kauli e os outros.

 

Matias Canhoto com a Team da Rip Curl Europe

 

Entre os surfistas que estavam em competição em Anglet, há algum contra quem gostasses muito de entrar num heat?

Gostava muito de ter um heat com o meu amigo da minha team, Hans Odriozola, porque ia ser muito desafiante.

 

 

"Quero fazer bons resultados no Pro Junior e alguns WQS."

 

 

No ano passado foste campeão nacional sub-14. Quais são os teus objectivos agora a nível nacional? E a nível internacional?

Não estou muito focado a nível nacional, mas a nível internacional quero fazer bons resultados no Pro Junior e alguns WQS.

 

 

Estaremos cá para assistir à evolução deste promissor surfista. Para já, só nos resta dar, mais uma vez, os parabéns!

 

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top