Itens relacionados

sexta, 15 março 2019 12:49

HÁ MARCAS PORTUGUESAS COM PRODUTOS EXCLUSIVAMENTE RECICLADOS

 feitos em tecido poliéster obtido através da reciclagem de garrafas de plástico

 

Como surfistas todos vemos no mar uma segunda casa. Temos a nossa praia de eleição (chegamos até a ser localistas) e temos a capacidade de nos juntarmos como comunidade para defender a preservação dos oceanos, como vimos no recente paddle out na Austrália.

Cada vez mais vemos notícias de quanto os nossos mares estão poluídos e a realidade é que basta-nos ir dar uma surfada para perceber isso em primeira mão.

 

É triste ver a quantidade de plásticos que encontramos na areia e até mesmo dentro de água,  por isso temos vindo a procurar exemplos que contrariem este quase paradigma.

Curiosamente encontramos uma marca portuguesa que fabrica produtos exclusivamente reciclados.

A Panareha viu na criação de calções de banho feitos de garrafas recicladas o ponto de partida para criar um produto sustentável.

Ficámos curiosos e fomos saber mais sobre esta visão de criar roupa de praia a partir de tecidos 100% reciclados.

 

Os boardshorts são feitos em tecido 100% reciclado (RPET), poliéster obtido através da reciclagem de garrafas de plástico.

 

-Como surgiu a ideia de criar este projeto?

 A Panareha nasceu em Dezembro de 2016 depois de muito brainstorming. A empresa surge em Fevereiro de 2017, com a ajuda de uma equipa fantástica que deu vida a uma ideia: roupa de homem sustentável com o verdadeiro espírito do verão mediterrânico, numa abordagem mais cool e relaxada à roupa de verão masculina. A nossa missão é criar roupa de verão para homem de qualidade com a sustentabilidade no coração. Juntámos os melhores materiais com os melhores fabricantes, desafiando-os a criarem produtos mais sustentáveis e duradouros, que protejam os recursos naturais do nosso planeta. Os boardshorts são o nosso produto estrela, feitos em tecido 100% reciclado (RPET), poliéster obtido através da reciclagem de garrafas de plástico. Estimamos que sejam necessárias cerca de 20 garrafas de plástico para fazer uns calções Panareha.

 

 

 -Porquê o nome Panareha?

Existe uma ilha no norte da Sicília que nos deixa imediatamente em modo Verão. Chama-se Panareha e tem uma atmosfera cool e relaxada que não deixa ninguém indiferente. A nosso equipa não teve dúvidas de que este era o nome que queríamos para a nossa marca. As nossas coleções são pensadas para aquele homem que imagina como seria viver num mundo onde fosse sempre verão. Estamos a falar de homens que procuram o que a vida tem de melhor, e que gostam de partilhar esses momentos com quem mais gostam, com amigos ou com família.

 

 

 -Qual o futuro da Panareha?

O nosso compromisso consiste em trabalhar sempre para sermos uma marca cada vez mais sustentável no futuro. Para além de já estarmos a trabalhar no aumento da nossa oferta com a introdução de novas gamas de produto, estamos também a trabalhar em conjunto com alguns players de referência nacional para a criação de t-shirts e polos com certificação GOTS, que garante um produto orgânico e responsável, social e ambientalmente, desde a colheita do algodão até à colocação da etiqueta. Podíamos ter feito fatos de banho para homem iguais a tantos outros. Teria sido muito mais fácil e mais barato. Mas não o fizemos. Demos a volta ao mundo para encontrar o mais respeitado fornecedor de poliéster reciclado feito a partir de garrafas de plástico. Importámos muitos metros de tecido. Estampámos os nosso designs exclusivos naquela que considerámos ser a melhor estamparia em Portugal. E depois fizemos os nossos calções numa fábrica especial, de uma família com um historial de alfaiataria. Depois de vários protótipos conseguimos chegar ao artigo com que sonhámos.

Perfil em destaque

  • TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA

    O perfil desta semana chega-nos de Lisboa e, embora a sua idade ainda se conte pelos dedos das mãos, o titulo de campeão já faz parte do seu currículo...

vimeo

 

 

Scroll To Top