Incrível momento captado na Ericeira. Incrível momento captado na Ericeira. Foto: Miguel Silva

Itens relacionados

sábado, 22 setembro 2018 04:03

Raio X: Miguel Silva [Infinity Pic]

Novo Raio X revela o trabalho de um fotógrafo da Ericeira… 

 

Continuamos a abrir espaço a talentos e imagens de novos fotógrafos de surf (e não só). Por esse motivo, optámos por revelar hoje um novo Raio X. Miguel Silva é um dos fotógrafos que podemos encontrar pelas praias da Ericeira e que nos conta, já de seguida, o que o move no mundo da Fotografia.

Fica a conhecer então o seu trabalho…

 

Todas as imagens de Miguel Silva | Facebook | Instagram

 

Antes de mais, faz-nos uma apresentação pessoal…

Boas. Antes de mais, os meus agradecimentos à Surftotal pela iniciativa de promoção de fotógrafos e a todo o seu trabalho em torno dos desportos náuticos. Sou o Miguel Silva (Infinity Pic), também conhecido por Fernandinho, tenho 45 anos e sou da Ericeira. 

 

O que mais te motiva na Fotografia?  

O que motiva na fotografia? Não deixa de ser uma pergunta difícil, mas em primeiro lugar posso afirmar que é a paixão, o poder eternizar os momentos, olhar com outra atenção para os pormenores que nos rodeiam, o próprio barulho da máquina a disparar. Dentro de água tudo tem uma dimensão diferente, as ondas, o contacto com os surfista, assistir a tudo isto na primeira fila... 

 

 

Tens um sítio preferido para fotografar? 

O meu spot preferido é o Reef, na Ericeira, um slab poderoso em que, por vezes, se fotografa dentro de água em pé. A onda é lindíssima. 

 

 

Que tema preferes e quais os teus fotógrafos favoritos?  

Está é fácil de responder. O tema é toda a fotografia aquática, surf, bodyboard, kite, sup, subaquática, enfim, tudo o que tenha mar, eu estou lá! Os meus ídolos são o Clark Little e Robert Capa. 

 

 

A lente de que mais gostas?

Dentro d’água gosto de usar grande angulares, 17mm, o contacto com o surfista, em ondas cavadas penso ser uma boa opção. Para fora de água uso uma teleobjetiva 500mm, quando os line ups ficam longe do local onde fotografo. 

 

 

Qual a tua melhor fotografia de sempre?

Eu costumo dizer que a minha melhor fotografia é a que vou tirar amanhã! Eu sou da opinião que não existe a melhor fotografia, é certo que existem regras básicas, mas o que para mim pode ser uma grande fotografia, pode não ser para outra pessoa e vice-versa. Talvez a melhor fotografia seja aquela que transporta o fotógrafo para a ribalta. 

 

 

O que faz de ti um fotógrafo diferente?

Eu cresci na Praia Grande, onde o mar é bastante pesado, a fazer bodyboard. Isso deu-me uma grande experiência de leitura de mar e envolvência no mundo do surf. Em jovem fiz fotografia analógica! Penso que os anos de experiência nestas duas atividades em conjunto fazem de mim um fotógrafo diferente! 

 

Um sítio onde gostarias de fotografar?

Ui! São tantos os sítios, seja pelas ondas ou pelo visual em redor. Lembro-me, por exemplo, de estar em Ribeira de Cavalo (Sesimbra) e imaginar aquele visual a dar ondas, que grandes fotos que ia dar. Já agora, alguém sabe dizer-me se por lá dão ondas? Em todo o caso, posso mencionar Teahupoo como sendo a minha onda de sonho… 

 

--

Nota: Aproveita para rever o Raio X anterior, aqui

Perfil em destaque

  • Tomás Nunes Tomás Nunes

    Da zona oeste rumámos até à costa sul portuguesa em busca de um novo talento do surf… 

vimeo

 

 

Scroll To Top