sexta-feira, 08 janeiro 2021 09:59

UMA VIAGEM NO TEMPO AO SURF NO HAVAI NOS ANOS 70

Imagens raras, algumas nunca antes vistas...

Se pudéssemos criar uma máquina do tempo e voltar ao Havai nos anos 70 seria aqui que iríamos aterrar, num dos momentos mostrados no filme “Turn Back the Time”.

Vivíamos no auge do período hippie e a natureza intocada das paisagens havaianas aliadas ao espírito livre promovido pelo surf criavam a simbiose perfeita.

Pipeline, Sunset Beach, Velzyland Beach e Honolua Bay assistiam ao início do surf profissional e os surfistas locais atingiam novos níveis de performance nas suas ondas perfeitas.

O surf em Pipeline nos anos 70 em comparação ao momento presente era uma realidade totalmente distinta.

Surfar numa prancha single fin em Pipeline sem leash é um desafio e uma arte, mas os surfistas faziam-no com uma alegria de quem explora e reconhece que está a abrir um novo caminho para a evolução do surf como o conhecemos hoje.

Michael Ho mostrava um estilo único nas ondas havaianas e em meados dos anos 70 foi considerado um dos melhores ‘tuberiders’ do mundo. O Pipe Masters era realizado pela primeira vez em 71 e Gerry Lopez, que entubava com naturalidade em Pipeline, vencia a segunda e terceira edição do evento.

Os surfistas locais dominavam os breaks, mas surfistas oriundos de países como a Austrália, Estados Unidos e África do Sul, entre eles os campeões mundiais Mark Richards, Shaun Tomson e Wayne Rabbit Bartholomew também chegavam ao Havai para fazer parte da história do surf e surfavam as ondas de North Shore, Oahu, com um estilo, agressividade e coragem crua nunca vistos antes da sua chegada.

Carrega no play e volta atrás no tempo com estas imagens, muitas delas nunca antes vistas.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top