Ondas de sonho já estão a acontecer em Peniche Ondas de sonho já estão a acontecer em Peniche Pedro (Pikas) Pimenta / Surftotal

Itens relacionados

segunda, 17 outubro 2016 14:05

Guia para o Meo Rip Curl Pro 2016

O período de espera para o Meo Rip Curl Pro Peniche começa amanhã. Eis algumas dicas úteis para acompanhar o evento.

Com o Meo Rip Curl Pro 2016 ao virar da esquina, com o período de espera a começar amanhã, convém dar aqui algumas informações importantes para quem deseja acompanhar o evento, in loco, ou através do site oficial (sem esquecer as importantes actualizações e contexto fornecidos em tempo real aqui, em www.surftotal.com, claro.

QUANDO - O período de espera vigora entre 18 e 29 de Outubro, o que significa que a organização tem 11 dias para escolher as melhores condições para colocar frente a frente os melhores surfistas do World Tour.

ONDE - Se em anos anteriores, a resposta era Supertubos ou, em alternativa, Pico da Mota ou até Lagide, a verdade é que, este ano, o mapa do Meo Rip Curl Pro 2016 ganhou mais uns quilómetros, pelo que será possível ver a mais importante prova de surf do ano em Portugal num spot entre Peniche e Nazaré. Pelo menos, assim assegura a organização. Isto permite ao director de prova jogar com o periodo de espera com maior conforto e ter picos disponíveis para todos os tipos de condições. Dito isto, o palco so Meo Rip Curl Pro será, prioritariamente, Supertubos e depois...Supertubos. Isto pelas características únicas que o emblemático spot penichense reune: a qualidade das ondas tubulares, a facilidade de acesso e a proximidade da areia, que torna o espectáculo muito mais apetecível para os espectadores.

COMO - Com a possibilidade de poder correr em vários spots, também as condições ideais para a prova são variadas. Todavia, sabendo que o palco de excelência será Supertubos, as condições ideais passam por qualquer ondulação de orientação Oeste e vento Norte. Os ventos do quadrante Norte (NE ou NW) são o ingrediente fundamental para "polir" os tubos que os surfistas do CT esperam encontrar na mais mítica praa de Peniche. E, a julgar pelo mapa das previsões (abaixo), as coisas poderão correr muito bem a partir de quarta-feira, com vento fraco e ondulação de Oeste com período longo (15 segundos de média). A partir daí, a previsão começa a ficar menos rigorosa mas uma coisa é certa: a ondulação está aí.

 


Perfil em destaque

Scroll To Top