The Trash Traveler The Trash Traveler
quarta-feira, 01 setembro 2021 10:47

A Caminhada das Beatas – um mega projecto de preservação do ambiente

Miguel Blanco já contribuiu para este projecto de The Trash Traveler.

Andreas, ou The Trash Traveler, é um biólogo alemão a viver em Portugal e a viajar de praia em praia com o objectivo de recolher lixo da costa e chamar a atenção para a importância da sustentabilidade. Fá-lo com uma perspectiva positiva e com bom humor: ao longo da sua demanda de limpeza das praias, vai compondo canções sobre o tema com o seu ukulele.

O seu maior projecto até agora foi o "The Plastic Hike". Caminhou ao longo de toda a costa Portuguesa para recolher 1,6 toneladas de plástico com a ajuda de associações e ONG’s e mais de 500 pessoas.

“A Caminhada das Beatas” segue o mesmo princípio. Andreas caminhará por 30 cidades portuguesas com o objectivo de recolher beatas de cigarros até dia 28 de Setembro, e convida todas as pessoas e organizações interessadas a juntarem-se a ele.

The Trash Traveler já esteve em Peniche, Aveiro, Espinho, Santa Cruz, e, mais recentemente, na Ericeira. Nesta última, juntou-se a ele Miguel Blanco, o surfista português que se tem dedicado cada vez mais a esta luta contra o tempo para salvar o planeta.

 

The Trash Traveler

 

“Não é sobre limpar” – qual é o objectivo da Caminhada das Beatas?

A propósito de “The Plastic Hike”, Andreas escreve no seu website que o maior objectivo não foi a limpeza, mas sim “a mudança de hábitos, a máxima redução possível dos plásticos de utilização única, e um foco numa economia circular”. Andreas opõe-se ao lema “reduce, reuse, recycle” (reduzir, reutilizar, reciclar), pois a reciclagem é ineficiente a nível global. Em vez disso, sugere: “recusar, reduzir, reutilizar”.

“Podemos transformar Portugal num exemplo de um país que se preocupa com o ambiente e protege o oceano”, escreve The Trash Traveler.

No seu Instagram, Andreas promete que através da Caminhada das Beatas vai “mostrar soluções e tentar inspirar outros para que se foquem na reutilização de materiais e entrem numa economia circular. Todas as beatas (…) vão ser transformadas em novos produtos”.

 

Sabe mais sobre The Trash Traveler aqui.

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top