quinta-feira, 03 junho 2021 08:57

Ericeira WSR+10 arrancou com novidades sobre a Reserva Mundial de Surf

Foi anunciada a aquisição de terrenos pela autarquia e a criação do “Guarda da Reserva”...

 

Ontem de manhã, a abrir a cerimónia inaugural do Ericeira WSR+10 – projecto organizado pelo Ericeira Surf Clube (ESC) para celebrar o 10º aniversário da Reserva Mundial de Surf da Ericeira (RMSE) –, o Presidente da Câmara Municipal de Mafra (CMM) anunciou novidades para este activo estratégico local e nacional.

A autarquia mafrense vai adquirir mais alguns terrenos na área da Reserva Mundial de Surf da Ericeira (na senda do que já sucedeu com o terreno com cerca de 16 hectares junto à frente marítima das praias da Empa e da Orelheira, onde será criado o Parque Ecológico da RMSE), “para garantir que não há nenhum apetite relativamente à promoção imobiliária nesses terrenos”, contribuindo assim para o objectivo principal inerente à distinção recebida em 2011: a preservação das ondas e ecossistemas envolventes “para as gerações futuras”.

 

 

 

O primeiro guardião permanente desta Orla Costeira alertará para a utilização indevida da área geográfica :

Hélder Sousa Silva revelou também que dentro em breve será anunciado o primeiro “guarda ou guardião permanente” desta orla costeira, com uma vocação prioritária para a RMSE – alguém que, embora não vista uma farda de polícia, “estará no terreno”, sendo contratado pela CMM para cuidar desta sensível área geográfica em articulação com as autoridades, nomeadamente as Juntas de Freguesia, a Policia Marítima, a Guarda Nacional Republicana, a Policia Municipal e a Capitania. A esta nova figura caberá, entre outras competências, alertar para utilizações indevidas destas áreas, sejam casos de caravanismo selvagem ou depósito de lixo, por exemplo.

 

Retirada de carros na zona da RMSE será um dos objetivos do Plano de Sustentabilidade da Reserva :

Para o curto ou médio prazo, encontra-se também na agenda municipal a conclusão do Plano de Sustentabilidade da RMSE, documento integrado no processo de certificação de Mafra como Destino Turístico Sustentável pela Biosphere – Responsible Tourism, uma vez que “é mandatório que a sustentabilidade do concelho enquanto destino turístico inclua a sustentabilidade da RMSE”, num conceito mais alargado de afirmação deste município enquanto espaço privilegiado para o Turismo Outdoor. A retirada de carros na zona da RMSE (a exemplo do que aconteceu recentemente com a Praia do Matadouro) é outro desejo do executivo mafrense.

O dia 2 de Junho, Quarta-feira, marcou o arranque oficial do projecto Ericeira WSR+10. Além da Opening Ceremony, a Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, acolheu a primeira conferência dum ciclo de cinco Digital Talks – com transmissão pelo YouTube e Facebook do ESC – que apenas terminará em Novembro.

 

 

Da parte da manhã, a cerimónia de abertura contou com a intervenção de diversas personalidades, umas presencialmente e outras através de contributos digitais – um vídeo enviado pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, encerrou a sessão iniciada pelo Presidente da Câmara Municipal de Mafra, Hélder Sousa Silva. O Presidente da Federação Portuguesa de Surf, João Aranha, e alguns representantes de parceiros do Ericeira WSR+10, que nesta ocasião foi apresentado pelo Presidente do ESC (Miguel Barata de Almeida), foram outros dos que se fizeram ouvir digitalmente.

 

Intervenções como a do Secretário de Estado da Juventude e Presidente da Câmara Municipal de Mafra marcaram a cerimónia de arranque deste projeto :

Na parte da tarde, realizou-se a conferência dedicada às questões do Território, ao longo da qual cinco oradores (vindos de diversas áreas, desde a Gestão e Ordenamento do Território ao Jornalismo, passando pela Economia e Antropologia) fizeram apresentações sobre as relações entre a RMSE e o espaço geográfico em que a mesma se encontra integrada, numa sessão aberta pela Vereadora da Câmara Municipal de Mafra Célia Batalha Fernandes.

Nesta Digital Talk, Carlos Pereira da Silva (Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova) falou sobre o Ordenamento das Áreas Litorais; Inês Carapinha (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa) sobre a EWSR e o Território; Juanma Murua (consultor na área da gestão de cidades e território, responsável pelo estudo em curso, no âmbito do EWSR+10, sobre o impacto da RMSE nos últimos dez anos) acerca de Vilas Desportivas & Território; Vera Azevedo (CRIA. NOVA FSCH) sobre a “Ericeira Glocal, Uma Perspetiva Antropológica”; e, por fim, João Valente (JV Contents & Media, fundador da revista SurfPortugal) encerrou as apresentações com um estudo inovador sobre a “Definição de Prioridades das Ondas em Portugal” – após o que foi aberto um período de debate com questões colocadas pelo público presente na Casa de Cultura e através do Facebook do ESC.

 

 

 

O EWSR+10 terá alguns dos seus momentos mais marcantes em Outubro deste ano :

O projecto Ericeira WSR+10 resulta duma candidatura do ESC ao programa Erasmus+Sport da Comissão Europeia e terá alguns dos seus momentos mais marcantes na semana de 14 de Outubro de 2021, data da consagração da Ericeira como Reserva Mundial de Surf, com um evento que contará com a presença de 11 comitivas de parceiros europeus.

A Reserva Mundial de Surf da Ericeira é a única existente no continente europeu, integrando uma rede global sob a tutela da Save the Waves Coalition, associação internacional que criou este programa com o objectivo de preservar e promover regiões costeiras com ondas de qualidade ímpar – na Ericeira trata-se duma faixa costeira de 13 quilómetros que inclui sete ondas de características únicas (Pedra

Branca, Reef, Ribeira d’Ilhas, Cave, Crazy Left, Coxos e São Lourenço), as respectivas paisagens e ecossistemas. As entidades Guardiãs da RMSE são a Câmara Municipal de Mafra, o Ericeira Surf Clube, a Associação dos Amigos da Baía dos Coxos e a SOS – Salvem o Surf.

O Ericeira WSR+10 é um evento promovido pelo Ericeira Surf Clube e financiado pela Comissão Europeia, contando com o apoio do Município de Mafra.

Todas as informações relevantes sobre o Ericeira WSR+10 podem ser consultadas online, no site oficial do evento e nas respectivas redes sociais.

 


Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top