banner topf
Frederico Morais perdeu por poucas décimas, dando uma mostra de que é um dos melhores do mundo nestas condições. Frederico Morais perdeu por poucas décimas, dando uma mostra de que é um dos melhores do mundo nestas condições. Pedro Mestre

Itens relacionados

sábado, 28 setembro 2019 09:59

FREDERICO MORAIS ALCANÇA O 9º LUGAR NO EDP BILLABONG PRO ERICEIRA 2019

atleta Português fica na quarta posição provisória do ranking de qualificação da World Surf League

Dia decisivo para as aspirações de Frederico Morais em conquistar um lugar imediato no Championship Tour de 2020.

*Frederico Morais, este Sábado, quando o dia tinha nascido há pouco ainda. Gonçalo Forjaz Trigueiros.

 

Ribeira D'Ilhas amanheceu este Sábado com ondas de mais de dois metros de altura nos sets e muito público a afluir ao palco da competição, para aí verem o heat de Frederico Morais. O Português que nos oitavos de final encontrava o Australiano Stewart Kennedy, ex competidor do Championship Tour e actual 50º lugar do ranking mundial de qualificação.

As ondas encontravam-se semelhantes às do dia de ontem, embora hoje os competidores pudessem fazer uso da mota de água para os transportar para o pico. Esta situação mudava o jogo por completo pois facilitava a vida aos competidores com menos poder de remada e menor preparação física.

Frederico abriu o heat com uma onda na casa dos 5 pontos, não tendo encontrado aqui a conexão com o inside. Logo de seguida o seu adversário Australiano apanhava uma onda do set onde logo na primeira manobra se aplicava fortíssimo rodando o tail por completo mas caindo na secção de inside. Kennedy somava aqui 6,43 pontos e passava para a frente da bateria, embora por pouco tempo. Frederico na sua segunda onda arranca no outside e com muito power e segurança manobra de rail e trás a onda até ao inside onde finaliza forte. Aqui os juízes atribuem-lhe 7,33 pontos em 10 possíveis passando assim para a frente. Mas Keneddy que se encontrava particularmente inspirado apanha aquela que foi a onda com mais potêncial do heat, uma direita de mais de dois metros de altura com uma parede limpa e vertical. O Australiano surfou-a próximo da perfeição e ao conseguir unir com o inside e aplicando manobras fortes e verticais alcançava um 8,50 pontos em 10 possíveis.

Mas Frederico não se dava por vencido e ao fazer duas manobras fortíssimas numa onda do set, embora não tivesse conseguido unir com o inside, o Principe de Portugal, alcançava outra onda na casa dos sete pontos e já próximo do final fazia a sua melhor onda, um 7,47 pontos em 10 possíveis. Nota esta que dois dos juizes valorizaram em 7,8 pontos embora os restante 3 dessem notas menores, baixando por isso a média. Frederico perdia assim de forma vertical, deixando tudo em aberto para um bom resultado no Hawai(em Dezembro haverá duas provas de Qualificação 10,000) que lhe poderão dar o passaporte para o CT 2010.

 

Morais tem agora um total de 17450 pontos que catapulta, embora momentaneamente para 4º lugar do ranking QS. O atleta Português tem um resultado para descartar de 1050 pontos, que poderá acontecer no Hawai:

 

 

Resultados heat 05 da quinta ronda EDP Billabong Pro Ericeira 2019:

 

 

 

Próximos eventos QS 10,000 no Hawai:


Nov 13 - 24 - Hawaiian Pro / Haleiwa, Oahu, Hawaii



Nov 25 - Dec 7 - Vans World Cup / Sunset Beach, Oahu, Hawaii

 

 

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top