Tomás Fernandes foi um dos Portugueses eliminados Tomás Fernandes foi um dos Portugueses eliminados Pedro Mestre / WSL

Itens relacionados

terça, 24 setembro 2019 20:44

MORAIS É O ÚNICO PORTUGUÊS AINDA EM PROVA NO QS 10,000 EDP BILLABONG PRO

 Três portugueses eliminados: Vasco Ribeiro, Tomás Fernandes e Henrique Pyrrait. Miguel Pupo destaca-se na abertura da prova

O encontro estava marcado para as 8:00 e as ondas não faltaram à chamada. O EDP Billabong Pro Ericeira, prova de 10.000 pontos (categoria máxima) das Qualifying Series (QS) da World Surf League (WSL), começou esta segunda-feira, dia 24 de setembro, com ondas com de metro e meio que permitiram à organização de prova a realização de quinze heats: a primeira ronda na sua totalidade e ainda sete disputas da segunda fase.

O dia foi marcado por eliminações de surfistas que estão no CT ou que por lá já passaram. São exemplos Wade Carmichael, Michael February, Mitch Crews, Matt Wilkinson, Soli Bailey, Michael Rodrigues e Aritz Aranburu. Uma lista extensa que reflete não só a exigência das condições disponíveis como também o nível da competição.

O grupo de surfistas portugueses também foi reduzido depois das eliminações de Henrique Pyrrait, Vasco Ribeiro e Tomás Fernandes. Pyrrait foi eliminado na primeira ronda enquanto que Ribeiro e Fernandes caíram na segunda ronda.

Vasco Ribeiro foi eliminado prematuramente. Click por Pedro Mestre

Ainda por entrar na água está o último português em prova Frederico Morais, que vai surfar no heat 14, com a dupla australiana Connor O’Leary e Nicholas Squiers, para além do norte-americano Eithan Osborne.

 

O maior destaque do dia, Miguel Pupo, estava precisamente no heat de Tomás Fernandes. O surfista brasileiro, que tem estado em destaque no circuito de qualificação deste ano, abriu a sua participação no EDP Billabong Pro Ericeira com uma pontuação de 15.33 pontos (num total de 20 possíveis), seguido do francês Gatien Delahaye, autor de 14.06 pontos, também ele um dos maiores destaques do dia.

 

“Foi em 2011, ano em que me qualifiquei para o CT, a última vez que consegui ganhar heats com pontuações assim. É bom voltar a sentir-me em forma porque estive em baixo nos últimos anos. Depois da perna australiana do circuito, este ano, fiquei em casa três meses. Quis focar-me apenas nos eventos grandes e felizmente resultou para mim” explicou o surfista brasileiro, depois da sua vitória.

Para amanhã, quarta-feira, dia 25 de setembro, a chamada está marcada para as 8:00 da manhã.  

 O local de Ribeira D'Ilhas, Neco Pyrrait foi eliminado na ronda 1. Click por Pedro Mestre

Perfil em destaque

Scroll To Top