Itens relacionados

terça, 09 outubro 2018 06:29

FURACÃO LESLIE A CAMINHO DA PENINSULA IBÉRICA

Leslie movimentar-se-á nas águas marítimas mais quentes nos próximos dias, sendo por isso provável o aumento da sua força, transformando-se num furacão.
De acordo com o IPMA ( Instituto Português do Mar e Atmosfera), a tempestade tropical Leslie tem vindo a afectar o estado do tempo numa zona a cerca de 1500/2000 km a oeste/sudoeste dos Açores, tendo estado quase estacionária desde o dia 23 de Setembro, altura em que foi efectuado o primeiro comunicado pelo National Hurricane Center (NHC), entidade responsável pela monitorização de ciclones tropicais no Atlântico,
 
As previsões dos diversos modelos numéricos de previsão têm apresentado soluções bastante distintas em termos de posicionamento do centro da depressão. Em particular, para o fim desta semana, algumas previsões sugerem uma localização na área da Madeira/Canárias, enquanto outras sugerem o rápido deslocamento para nordeste, com passagem pela área entre os Açores e a Península Ibérica.

Em particular, a previsão mais recente do modelo determinista do ECMWF prevê um cenário no qual a depressão atinge de forma directa o território do Continente no dia 14, domingo, tendo este resultado uma probabilidade de ocorrência inferior a 10% (ou seja, menos de 5 previsões num total de 50 previsões), o que corresponde a um cenário com uma probabilidade muita baixa.

 
Leslie movimentar-se-á nas águas marítimas mais quentes nos próximos dias, sendo por isso provável o aumento da sua força, transformando-se num furacão esta na quarta-feira, antes de começar a acelerar em direção ao nordeste.

O IPMA continuará a acompanhar a evolução da tempestade tropical Leslie e atualizará os seus comunicados, previsões e avisos meteorológicos, perante a evolução das previsões e tendo em consideração a probabilidade de ocorrência de cada cenário.
 
 
Certo é que este fim de semana da zona Sul, à zona Norte de Portugal haverá uma ondulação com um período elevado e tamanho a variar entre os 2 e os 3 metros de altura, que fará as delicias de todos quantos pretendam desfrutar de boas ondas e possivelmente de água mais "quente" que o normal.

Perfil em destaque

  • Tomás Nunes Tomás Nunes

    Da zona oeste rumámos até à costa sul portuguesa em busca de um novo talento do surf… 

Scroll To Top